22 de abril, 2024 09h04m Educação Destaque por Redação Integrada Rádio Cidade de Ibirubá e Jornal O Alto Jacuí

Estudante do IFRS cursa semestre no Sault College por meio de programa do governo canadense

Patrick Fassbinder Martins compartilha sua experiência no programa Elap e destaca a importância da mobilidade internacional para o crescimento acadêmico e profissional

Após quatro meses de imersão na província de Ontario, no Canadá, Patrick Fassbinder Martins, aluno de Engenharia Mecânica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), está de volta ao Brasil com novos planos e uma bagagem repleta de aprendizados. Sua participação no programa Elap proporcionou não apenas uma formação acadêmica diferenciada, mas também experiências culturais e pessoais que marcaram sua trajetória.

Após quatro meses morando e estudando na província de Ontario, no Canadá, o estudante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Patrick Fassbinder Martins vai retornar ao Brasil com planos para o futuro: buscar novas oportunidades de vivências em outros países. O período de mobilidade internacional confirmou o quanto a experiência pode enriquecer o desenvolvimento acadêmico, profissional e pessoal, justifica Patrick.
Aluno da Engenharia Mecânica do Campus Ibirubá, ele foi selecionado em edital do IFRS e posteriormente passou pela seleção do governo canadense para receber uma bolsa do Emerging Leaders in the Americas Program (Elap). O Elap é uma parceria do governo do Canadá com instituições de ensino. Patrick viajou no início de janeiro de 2024 para a cidade de Sault Saint Marie, onde tem aulas práticas e teóricas no curso de Mechanical Engineering Technician no Sault College, e retorna a Ibirubá no final deste mês de abril.
Além das atividades acadêmicas, que somam na formação em Engenharia Mecânica, a aproximação com a cultura local proporcionou crescimento pessoal e boas memórias. Escaladas no gelo, caminhadas em florestas, descidas de tobogã na neve e a possibilidade de esquiar são lembranças desse período (fotos na abertura do texto e abaixo).
O responsável regional do Sault College para o Brasil, William Bertaiolli, comenta que o Canadá tem uma das principais educações do mundo. Pelo Elap, os estudantes podem vivenciar essa formação e ir além, afirma: “Não é só um estudo de quatro meses, mas uma experiência completa. Muda a vida das pessoas e elas começam a olhar o mundo com outros olhos, a dar valor para outras questões”.
Patrick concorda e sugere que todo estudante tente participar de uma mobilidade internacional: “A parceria entre o IFRS e o Sault College me deu uma oportunidade a qual acredito que jamais teria sem a bolsa de estudos. Temos que aproveitar essas possibilidades, pois elas nos fazem crescer e ter diferenciais acadêmicos e profissionais. Procure orientação de seu coordenador e professores, eles estão dispostos a nos ajudar e muitos já passaram por essas experiências, isso realmente faz a diferença nessa caminhada”.
O aluno teve um estímulo a mais para tentar a seleção no Elap porque acompanhou como a temporada que sua namorada, Ana Lara Kuhn, passou no Canadá foi enriquecedora. Ana também é estudante de engenharia do IFRS e participou do programa em 2023. Bolsa cobre desde o transporte até material para estudos
O acordo do IFRS com o Sault College permite aos graduandos de alguns cursos de Engenharia se inscreverem no edital para o intercâmbio do Elap. Os selecionados viajam com as despesas de passagens aéreas, moradia, alimentação, livros e material para estudo pagas pelo programa. A análise para a concessão da bolsa é feita pelo governo canadense. A seleção ocorre anualmente, com a publicação do edital no primeiro trimestre. De 2020 até agora, quatro alunos do IFRS já participaram.
Conforme William Bertaiolli, os estudantes brasileiros têm demonstrado dedicação para experienciar tudo que está à disposição durante o intercâmbio, e os professores canadenses muitas vezes se impressionam com o conhecimento técnico dos alunos do Elap.
Possibilidades em diferentes países O Elap é apenas um dos vários acordos de mobilidade internacional do IFRS. Por meio da Assessoria de Assuntos Internacionais, são firmadas cooperações com instituições estudantis de diferentes países. Atualmente, até 21 de abril de 2024, está aberto o período de inscrições para estudantes de graduação interessados em cursar disciplinas no Instituto Politécnico de Bragança, em Portugal, durante cinco meses.
Conforme a assessora de Assuntos Internacionais, Viviane Bortoluzzi, a maior parte das oportunidades surge nos primeiros meses do ano e é comum os editais terem prazos apertados. Por isso, estar preparado pode fazer a diferença para quem tem interesse em se candidatar

Publicidade

Notícias relacionadas

Transição de liderança no Colégio Sinodal Ibirubá: Uma homenagem e um novo começo

Monica Lisete Froeder encerra jornada de cinco décadas no Colégio Sinodal; Rafael Garmatz assume a direção

15 de julho, 2024

Publicidade

Banca Virtual Edição Digital

Principais categorias