21 de junho, 2024 09h06m Báu do Esporte por Redação Integrada Rádio Cidade de Ibirubá e Jornal O Alto Jacuí

A história Beto Pegoraro no esporte regional

Leal e comprometido, Beto é reconhecido pela liderança e responsabilidade na relação com desportistas e entidades

Em um estúdio repleto de memórias e histórias do esporte, recebemos uma figura lendária de Fortaleza dos Valos: Alberto Vicente Bonaldo Pegoraro, o Beto Pegoraro. Com passagem no futebol de campo, futsal, vôlei e bocha, Beto é um verdadeiro ícone do esporte local, cuja presença remete a lembranças de grandes jogos, títulos e momentos de nostalgia.

Nascido em Fortaleza dos Valos, Beto encontrou sua paixão pelo futebol desde os primeiros anos. Os campos de terra batida foram seus primeiros palcos, onde seu talento começou a brilhar. Ao longo dos anos, ele se tornaria não apenas um jogador excepcional, mas também um símbolo de determinação e liderança.
Desde criança, Beto demonstrava um talento natural para o futebol. "Lembro dos campinhos de futebol, dos amigos, da escola... era uma época diferente, onde a gente se reunia para jogar bola", relembra com um sorriso. Filho de Waldemir e Lauraci Pegoraro, Beto é o caçula de cinco irmãos. Em sua juventude desenvolveu técnica apurada e inteligência  estratégica, embora fosse o único da família a seguir carreira nos gramados.
Sua trajetória no esporte é marcada por uma série de conquistas significativas. Beto começou no futsal, onde rapidamente se destacou pelo talento e bom preparo físico. "No futsal, aprendi muitas coisas que foram fundamentais para minha carreira no futebol de campo", comenta. Em seguida, migrou para os gramados, onde se destacou ainda mais, sendo reconhecido não só pela habilidade com a bola, mas também pela liderança dentro e fora de campo.
Além de sua carreira como jogador, Beto também contribuiu significativamente para a comunidade local. No futebol amador atuou no Fortaleza Futebol Clube, na época que o município tinha duas equipes no estadual, e depois por oito anos no Grêmio Esportivo Ibirubá. Jogou no Bangú, Florestal, Santos, Quinze de Novembro e Santa Clara do Ingaí, além de clubes de Fortaleza dos Valos.  Ele é lembrado não apenas pelos gols marcados ou pelos títulos conquistados, mas pela inspiração que trouxe aos jovens atletas e pela dedicação ao desenvolvimento do esporte na região. "Sempre me orgulhei de representar Fortaleza dos Valos nos campos de futebol. É uma responsabilidade e uma honra", afirma Beto, com humildade. O vôlei também teve espaço na vida de Betinho, com vários campeonatos e muitas medalhas conquistadas. A rotina esportiva de Beto também inclui a bocha e o bolão, onde representou a sua cidade e também participou de campeonatos estaduais em agremiações de Ibirubá, como o Grupo de Bolão Independente.
 

Publicidade

Notícias relacionadas

Paulo Meinen conta a história do Hotel de Lazer Águas da Fonte de Quinze de Novembro

No sentido de vislumbrar o que será do local, Paulo compartilhou sua visão otimista e determinada

22 de abril, 2024

Publicidade

Banca Virtual Edição Digital

Principais categorias