17 de maio, 2024 09h05m Política por Redação Integrada Rádio Cidade de Ibirubá e Jornal O Alto Jacuí

Gabriel de Jesus comenta sua saída do Republicanos e o horizonte político em 2024

"Sempre uma troca de partido é uma questão difícil. Tomei a decisão nos 48 do segundo tempo," disse Gabriel.

Gabriel de Jesus, em uma entrevista à Rádio Cidade, discutiu detalhadamente sua mudança do partido Republicanos para o partido Liberal (PL), revelando os desafios e emoções envolvidos na decisão, especialmente em meio às eleições municipais de 2024. Destacou que a eleição para a presidência da Câmara de Vereadores foi um momento tenso nessa transição. Apesar da mudança, ressaltou o respeito e diálogo contínuo com seu antigo grupo político e sua disposição para representar seus eleitores de forma coerente, independentemente da filiação partidária. 

Na semana passada conversamos com o vereador Gabriel de Jesus, que abordou detalhadamente sua saída do partido Republicanos e seu ingresso no partido Liberal (PL), compartilhando as tensões e os bastidores que envolveram a decisão. A mudança ocorre em um momento crítico, com as eleições municipais de 2024 no horizonte.
Líder comunitário com base sólida em São Sebastião, interior do município, Jesus revelou que a eleição para a presidência da Câmara de Vereadores foi um dos momentos mais tensos de sua trajetória política recente. "Sempre uma troca de partido é uma questão difícil. Tomei a decisão nos 48 do segundo tempo," disse ele, enfatizando a complexidade e as emoções envolvidas na decisão de deixar o Republicanos.
Apesar da mudança de partido, Presidente da Câmara de Vereadores em 2022, Gabriel  fez questão de destacar que sua relação de respeito e diálogo com seu antigo grupo político permanece intacta. "Eu sempre joguei com transparência e nunca escondi nada," afirmou. Jesus também expressou sua postura de continuar sendo fiel aos seus princípios e mantendo coerência nas articulações políticas, independentemente de sua filiação partidária.
O ingresso no PL, partido com uma ideologia de direita bem definida, foi uma decisão pessoal, motivada por convites de lideranças como Luciano Roewer e Pablo Stadtlober. Gabriel ressaltou que, apesar de estar agora em um novo partido, preza pelo respeito e diálogo com todos os eleitores. "Eu sou um cara que não sou de extremismo, não importa se você é Bolsonaro ou Lula, temos que pensar para frente," destacou.
Comprometido com o bom trabalho legislativo, Gabriel reiterou sua responsabilidade de representar seus eleitores, independentemente da ideologia política. "Não posso jamais dizer que o nosso grupo não me ajudou. Me ajudaram muito, me ajudaram demais," disse, reconhecendo o apoio recebido durante sua trajetória no Republicanos.
Sobre o futuro político e as eleições de 2024, Gabriel demonstrou um posicionamento equilibrado e aberto a novas possibilidades. "A princípio serei candidato à reeleição, mas não serei problema. Se precisar ficar fora, aceito bem numa boa," concluiu, mostrando disposição para contribuir de diversas formas com o desenvolvimento de Ibirubá.
 

Publicidade

Notícias relacionadas

Dileta solta o verbo e acusa Patricia Sandri e vereadores que assinaram CPI da Uvergs de perseguição

Em entrevista, a vereadora se defendeu do que chamou de loucura

01 de abril, 2024

Publicidade

Banca Virtual Edição Digital

Principais categorias