15 de março, 2024 10h03m Agro por Redação Integrada Rádio Cidade de Ibirubá e Jornal O Alto Jacuí

Queijo artesanal da Marina: Uma jornada de sabor e empreendedorismo que vem do interior de Ibirubá

Uma história de transformação e de oportunidades que fez com que a família tiovesse uma renda extra

Leite, tradição e empreendedorismo se fundem na Linha 6 de Ibirubá com Marina de Souza Kappaum Guntzel, uma mulher que desde 2019 vem se destacando na fabricação e comercialização de queijos saborosos e caseiros.

Marina, uma mulher determinada e apaixonada pelo que faz, relata sua jornada com entusiasmo e orgulho. "Em dezembro de 2019, realizei um curso de produção de derivados de leite oferecido pelo SENAR. Nessa época, enfrentávamos desafios com o mercado de leite e a falta de mão de obra, então decidimos parar com o tambo de leite", conta Marina.
Mesmo diante das adversidades, Marina enxergou uma oportunidade de transformar sua realidade. "Resolvemos manter três vacas para consumo próprio e comecei a produzir queijos para comercialização. Foi um processo desafiador, mas gratificante", revela.
Com sua produção diária de aproximadamente 4 kg de queijos, Marina destaca-se pela qualidade e dedicação em cada etapa do processo. "Após a ordenha, aqueço o leite, adiciono iogurte natural e coalho, e deixo coalhar. Depois de cortar a massa, mexo e aqueço, até finalmente desenformar e deixar o queijo curar na geladeira", explica.
A comercialização dos queijos começou de forma modesta, mas logo conquistou espaço. "Ofereci para vizinhos, amigos e parentes, e a demanda foi crescendo. Um vizinho que faz feira semanalmente se interessou em disponibilizar meus queijos na feira, e assim expandi meu negócio", relata Marina.
Hoje, Marina mantém uma clientela fiel, que busca diretamente em sua propriedade ou faz encomendas pelo WhatsApp. "É gratificante ver o reconhecimento do meu trabalho. O valor arrecadado contribui para as despesas pessoais e me dá uma renda extra", diz Marina, com um sorriso no rosto.
Apesar do sucesso, Marina não planeja expandir significativamente. "Consideramos a legalização, mas os desafios financeiros e a natureza contínua da atividade nos fizeram repensar. Por enquanto, estamos focados em manter a qualidade e atender bem nossos clientes", afirma Marina.
Para aqueles que desejam saborear o queijo artesanal da Marina, basta entrar em contato pelo número 54 992451474. Uma experiência única aguarda aqueles que desejam conhecer o sabor e a história por trás desse empreendimento no coração do agro ibirubense.

Publicidade

Notícias relacionadas

Dileta solta o verbo e acusa Patricia Sandri e vereadores que assinaram CPI da Uvergs de perseguição

Em entrevista, a vereadora se defendeu do que chamou de loucura

01 de abril, 2024

Publicidade

Banca Virtual Edição Digital

Principais categorias