Um mergulho no autoconhecimento

Conheça a ibirubense que viajou pelo Peru, Índia e desertos buscando o equilíbrio espiritual 

Foi no ano de 2003, em uma viagem ao Peru, que a vida da ibirubense Mariana Ribas Moraes, mudou. Instrutora de Yoga, Reiki, Constelação Familiar e Empresarial e Feng Shui no Espaço Vidya, Mariana trilhou um longo caminho de descobertas e autoconhecimento, até chegar no momento que se encontra atualmente. 

Formada em biologia, onde atuou como professora por 30 anos, ela se aposentou cedo, ainda em 1995 quando tinha 43 anos. Com muita energia e vontade de aprender, se formou em direito em 2000 e trabalhou por 12 anos no fórum. Era o ano de 2003, quando Mariana realizou a caminhada do autoconhecimento, em  Machu Picchu, onde caminhou por três dias, uma média de 12km por dia, acampando a noite, realizando rituais com gurus, indios e iniciava sua caminhada no que viria ser seu sentido na vida, “Fiquei 21 dias no Peru. É um exercício de desapego, ficávamos na casa dos índios, dormíamos no chão. Isso tudo leva  a gente a refletir sobre as nossas prioridades”, relembrou. Após esse primeiro momento de descoberta espiritual, Mariana realizou a formação em Yoga, nesta época ela já estava com 55 anos. O encerramento do curso foi na Índia, onde ela foi no ano de 2007 e ficou 45 dias. Nesta época o direito já se encontrava fora do contexto, “O yoga salvou a minha vida. Todo mundo dizia que tinha enlouquecido, porque larguei uma carreira promissora, fiquei seis anos vivendo um período sábatico”, conta Mariana, que em 2009 voltou a Índia e realizou formação em massagem terapêutica, detox, ayurveda por mais 45 dias. Em 2011 foi sua terceira ida ao país indiano, onde ficou cinco dias andando de camelo e meditando . Por lá, Mariana ficou 45 dias “Considero uma das experiências mais fortes, pois é um desapego muito forte. Isso é autoconhecimento, é um silêncio profundo”, explica. 

Mariana afirma que a espiritualidade não está ligada em ser de uma determinada religião, mas sim que ser espiritualizado é ter uma conexão com uma dimensão mais elevada do que nos encontramos. Ela destaca que precisamos dominar três aspectos na vida, o poder, o dinheiro e a beleza, “Conseguindo dominar esses aspectos, conseguimos desenvolver espiritualidade. Qual o papel do dinheiro na nossa vida por exemplo?”, detalha. 

O carro chefe do Espaço Vidya é o yoga, onde há três professores, inclusive destinado à prática para crianças. Mariana foi secretária da educação no município e até tentou implantar a prática na rede de ensino, no entanto, o pré conceito do que se tratava, gerou discussões e uma das situações mais difíceis que ela lidou, “Fomos até Caxias do Sul fazer uma formação para implantar o yoga nas escolas. Mas daí surgiu um movimento forte da igreja evangélica, que isso não seria saudável. Foi um dos episódios mais dramáticos, foi muito traumático. Pois nunca imaginei que as pessoas vissem dessa forma”, relembrou Mariana. 

Além do yoga, Mariana também trabalha com Constelação Familiar e Empresarial. Ela relembra que foi através da relação com a filha, que também se chama Mariana, que entendeu como funciona o processo. Considerada uma das ferramentas mais modernas para o autoconhecimento, a constelação empresarial, é voltada a família que possuem negócios, e que muitas vezes levam os problemas da família para o trabalho “Muitas vezes as empresas não funcionam, pois os problemas familiares drenam nos negócios, causando um desequilíbrio nas relações”, explica Mariana, que realizou sua formação na área em Florianópolis. Além dessa prática, também é oferecido a Ayurveda, terapias de alimentação saudável, que leva como base, que nós somos o que consumimos e também o Feng Shui, que é um conjunto de harmonização de ambiente, que busca o equilíbrio energético dos lugares.

 Mariana destaca, que muito além do profissional, a experiência que iniciou lá no Peru, é sua missão de vida e realização pessoal, “Se você se abre para um propósito, para olhar para a parte espiritual, em seguida você encontra um caminho. Um guru, um mestre, te apresenta o conhecimento, mas é você que decide o que fazer”, afirma. Em relação ao momento pandêmico que o mundo se encontra, onde as perdas de entes queridos estão cada vez mais presentes, Mariana destaca que o ser humano encontra a consciência na dor ou no amor, que temos uma dificuldade em aceitar a morte, “Quantas reflexões podemos tirar, desapego, intolerância. Sempre digo que escalar o Evereste é fácil, difícil é mexer no seu interior”, finaliza Mariana. O Espaço Vidya está localizado na Rua Firmino de Paula, 910. 

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *