Tornitec impulsiona desenvolvimento regional

Indústria será palco de curso de capacitação de profissionais na área do metalmecânico 

A região do Alto Jacuí é conhecida pelo empreendedorismo, por ser espaço de grandes empresas. O espírito empreendedor surgiu na vida de Silmo Dellay, no momento em que ele pisou em uma das grandes empresas do metalmecânico da região, na Vence Tudo. Foi no início de sua carreira que os olhos brilharam para empreender. Através de um curso no Senai para metalúrgicos, Silmo ingressou na área, evoluindo em seus cargos até conseguir montar o seu próprio negócio, a Tornitec, que se prepara para ser palco de cursos de capacitação de novos auxiliares metalúrgicos. A ideia surgiu principalmente pela falta de mão de obra que a região sofre, somado a necessidade de impulsionar o mercado devido a Pandemia da Covid-19 e proporcionar melhores chances de trabalho e oportunidades. 

A história de Silmo no empreendedorismo é composta por dificuldades, conquistas, superações. Ainda com 12 anos de idade o ibirubense teve seu primeiro emprego como entregador de jornal, logo após ficou dois anos no Frigorífico Ibi, passou pelo exército, pelo meio rural, até chegar a Vence Tudo, como auxiliar de metalúrgico. Foi nesta época que surgiu a oportunidade de realizar um curso de capacitação como torneiro mecânico, “Foi o começo da minha trajetória, fui subindo de cargo, aprendendo todas as operações que me deram base para colocar em prática os meus projetos. O desejo de ter uma indústria surgiu aos meus 19 anos, em uma semana na Vence Tudo”, relembrou Silmo, que está hoje com 42 anos. 

História da Tornitec 

Uma história marcada pela evolução, trabalho e resiliência, a Tornitec que está localizada em Quinze de Novembro, deu os seus primeiros passos ainda em solo ibirubense. Silmo lembra do apoio de pessoas que possibilitaram o trabalho, seja alugando estruturas, depositando confiança e acreditando. Logo nos primeiros anos a estrutura que inicialmente tinha 49 metros quadrados, cresceu para 250 metros, multiplicando de tamanho, “Em um determinado momento passei a ministrar cursos de metal-mecânico, tendo em vista que era o único com a capacitação apropriada na região. Essa época foi marcada pela qualificação da mão de obra e aumento da demanda, de 20 alunos seis ficaram empregados na Tornitec”, lembrou. Logo após mais um crescimento marcante da empresa, foi preciso expandir a estrutura, no entanto, Silmo se deparou com a crise financeira que acontecia em meados do ano de 2008, o que prejudicou os investimentos e as finanças. Em meio a necessidade de ter novas linhas de produtos, a Tornitec Metal Group necessitava ser uma indústria completa, e foi nesse momento que surgiu a oportunidade da compra de um terreno no município de Quinze de Novembro, que contou com o apoio do então prefeito da época Clair Kuhn, “Nos mudamos em 2014, aprendemos então a ser realmente metalúrgicos, hoje contamos com uma equipe de 80 funcionários, buscando além da indústria estar no mercado como fornecedores”, destacou Silmo.  

Resiliência como chave do sucesso 

As dificuldades financeiras devido a inadimplência de clientes, trouxe em 2019 um cenário complicado ao empreendimento. Silmo destaca que a situação também gerou um quadro depressivo, envolto de questionamentos e vontade de desistir. No entanto, com o apoio da mulher Jaqueline, com orientações corretas, as portas se abriram novamente para uma volta por cima “Passei a trabalhar com o desenvolvimento de produtos e projetos. Desenvolvi projetos certos, tanto que no primeiro mês conseguimos organizar as finanças e alcançar novos clientes”, contou. A ideia de criar um produto novo, que ainda não existisse na região, resultou em uma máquina que auxilia na pecuária de leite e de corte, sendo hoje um dos principais produtos no mercado, denominados Agross do Brasil. “Foi muito bem aceita no mercado, são indicadas entre os produtores, tornando-se um produto paixão dos consumidores”, destacou Silmo. 

Curso de capacitação
Como se voltasse no início de sua carreira no metal mecânico, no curso que lhe gerou uma capacitação profissional, Silmo trouxe para a região um curso de capacitação de novos profissionais na área. Tendo em vista o gargalo que a falta de mão de obra causa, foi realizado um convênio com uma escola de profissão, para qualificar novos talentos. “O nosso objetivo é ter uma grande escola de profissões, que seja vitalíicio”, explicou. O primeiro curso que será ministrado será para soldador e acontecerá nas dependências da Tornitec, além destas outras especialidades serão ministradas, como operador de máquina a laser, operador de dobra, soldador, montador, pintor , usinagem e cursos voltados à manufatura. “Vamos usar essa estratégia para fomentar a mão de obra regional, alavancando o setor metalúrgico”, finalizou. Interessados na oportunidade podem acessar o site da Oportunity ou pelo telefone (54) 33223869.

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *