Saúde – Dor de garganta constante pode ser um problema sério?

A dor de garganta constante é um sintoma que provoca um incômodo tão grande que é capaz até de atrapalhar uma pessoa a se alimentar. Se o problema não melhorar em até 15 dias, o otorrinolaringologista Silvio Keniti Iwamura recomenda procurar um médico: “Qualquer queixa relevante ou persistente deve ser investigada, podendo ser uma simples irritação local por abuso de bebidas geladas e friagem ou início de um quadro infeccioso”.

Sintomas que acompanham a dor de garganta devem servir de alerta

Além da frequência com a qual a dor de garganta aparece, a presença de outros sintomas também deve chamar a atenção dos pacientes. “Há vários outros sintomas que podem vir acompanhados e que podem indicar a suspeita de uma simples causa alérgica ou irritativa, de uma infecção ou até um tumor”, diz o profissional. Febre, mal-estar, rouquidão, nódulos no pescoço e dores no corpo são alguns exemplos.

A dor de garganta constante pode indicar, por exemplo, uma faringite ou laringite, que são inflamações da mucosa da faringe e da laringe, respectivamente, órgãos importantes do aparelho respiratório. Já a amigdalite, que também provoca dor na garganta, é a inflamação das amígdalas, que surge geralmente como resultado de uma infecção viral ou bacteriana.

Dor na garganta: o que pode ser?

Segundo o otorrinolaringologista, outro problema que frequentemente gera dor de garganta constante é o refluxo gastroesofágico. A doença faz com que o suco gástrico reflua do estômago para a região da garganta, podendo afetar nariz, ouvidos e pulmões. No início do quadro, o paciente pode apresentar fraqueza na voz, tosse e pigarro.

Ao desconfiar da dor de garganta frequente, é importante procurar um médico rapidamente para avaliar o quadro e descobrir a causa. “Além do exame físico, um dos exames mais indicados como início de investigação é a endoscopia das vias aéreas superiores, em que se examinam as fossas nasais e a faringe até chegar à laringe”, recomenda o especialista.

Quando pensar em COVID-19?

A COVID-19 é uma doença causada por um tipo de coronavírus conhecido como SARS-CoV-2, que apresenta principalmente sintomas respiratórios muitas vezes semelhantes a quadros gripais.

Os sintomas mais comuns do COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca, sendo que alguns pacientes podem apresentar ainda dores no corpo, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou diarreia. Em alguns casos também pode causar tosse com catarro. Esses sintomas geralmente são leves e começam gradualmente.

O sintoma que merece maior atenção e que deve ser levado em consideração para que os pacientes procurem imediatamente um serviço de saúde é a falta de ar ou dificuldade de respirar, que pode significar uma piora do quadro pulmonar.

Super remédio caseiro para dor de garganta: Gargarejo com água morna e sal

Quando sua garganta apresenta dor, isso quer dizer que as células da mucosa ficam inchadas e inflamadas. Com o gargarejo de água salgada, você diminui o inchaço por conta da principal função do sal, que é de extrair a água, e também ajuda a limpar o excesso de muco, além de permitir que o seu nariz entupido volte a drenar normalmente. Para isso, serão necessárias uma xícara de água morna e meia colher de chá de sal. Depois, esquente a água até que fique morna e misture com sal. Basta fazer o gargarejo e repeti-lo no máximo três vezes ao dia, conforme o necessário, sem ultrapassar esse limite.

O muco é proteção e uma ação do corpo contra a presença de bactérias e vírus. Esse sintoma é um dos mais comuns em caso de garganta inflamada. Se fizermos muito gargarejo com água salina, o sal irá limpar totalmente o muco, tirando assim a proteção natural do corpo e ressecando a garganta, o que pode causar irritações. Então lembre-se de nunca abusar – o gargarejo com sal é útil apenas para o alívio da dor.

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *