Região do Alto Jacuí mais próxima de ter um deputado estadual

Com a eleição de dois prefeitos de seu partido, Clair Kuhn ocupa atualmente a primeira suplência do MDB para a Assembleia Legislativa

Após a vitória do deputado estadual do MDB, Sebatião Melo, no 2º turno de eleições para a prefeitura de Porto Alegre, a região do Alto Jacuí ficou muito próxima de ter um representante na Assembleia. Clair Kuhn, que concorreu ao cargo de deputado estadual em 2018, a partir de janeiro de 2021 será o 1º suplente do partido para a Assembleia Legislativa. Clair Kuhn, ex-prefeito de Quinze de Novembro, concorreu 2 vezes para a Assembleia. Apesar de ter ampliado a sua votação em 64% do pleito de 2014 para 2018, obtendo 22.759 votos, ficou como 5º suplente do seu partido, o MDB. Logo no início da gestão do atual governo estadual, o deputado eleito Costella assumiu a secretaria de transportes, abrindo uma vaga para os suplentes. Neste ano, a 3ª suplente Comandante Nádia mudou de partido. 

No pleito municipal de 2020, os deputados Fábio Branco e Sebastião Melo se elegeram prefeitos (municípios de Rio Grande e Porto Alegre, respectivamente). Carlos Búrigo, primeiro suplente que ocupava a vaga aberta por Costella, também concorreu para a prefeitura de Caxias do Sul, mas não chegou ao 2º turno. Se Búrigo tivesse se elegido, a partir de janeiro Clair assumiria o legislativo estadual, ao menos até o secretário de transportes Juvir Costella retornar para Assembleia. O suplente de deputado estadual Clair Kuhn se manifestou após os resultados das eleições municipais: “Mesmo com a boa votação obtida em 2018, ainda não conseguimos representar a região do Alto Jacuí na Assembleia Legislativa. No entanto, a saída dos deputados para concorrerem nos municípios nos trouxe a expectativa de assumir uma vaga. Infelizmente, a falta de concordância em prol de uma candidatura regional, a partir da apresentação de outros dois candidatos no município que compõe a maior base eleitoral na região – Ibirubá, tirou mais uma vez a oportunidade de a região do Alto Jacuí ter seu representante na Assembleia. Mesmo que estes votos não fossem suficientes para a eleição na época, certamente nos permitiram assumir a partir de 2021”, destacou Clair.

Ainda existe uma possibilidade de que Clair Kuhn assuma uma vaga no legislativo gaúcho: caso se confirme que o deputado Edson Brum assuma a função de Conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE), cargo para o qual seu nome é indicado em caso de aposentadoria do conselheiro Algir Lorenzon. No entanto, a possibilidade de uma vaga ser assumida por Clair seria temporária, visto que a tendência é de que o secretário Juvir Costella retorne à Assembleia no período próximo às eleições de 2022. 

Atualmente, Clair trabalha na função de Assessor Parlamentar do deputado federal Alceu Moreira, atuando na representação institucional do deputado que é presidente da Frente Parlamentar da Agricultura. Após trabalhar em Porto Alegre e Brasília, destaca que já está visando as eleições de 2022. “Continuo sonhando e trabalhando em prol de uma candidatura regional que tenha força de chegar na Assembleia Legislativa. Mais uma vez, o tempo nos mostra que a falta de unidade nos impede de ter o representante que a região precisa e merece. Mesmo não sendo deputado eleito, obtive muitos recursos para a região do Alto Jacuí e espero seguir tendo a oportunidade de trabalhar pela região”, finaliza Clair.

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *