Produtores rurais podem se inscrever no curso Manejo Sanitário de Bovinos de Corte

Capacitação oferecida pelo Senar-RS, na modalidade semipresencial, tem 14 horas de duração

De que adianta formar um rebanho numeroso se a saúde dos animais não está em dia? As enfermidades em bovinos são uma das grandes causas de prejuízos na exploração pecuária, por isso, medidas preventivas são recomendadas. Essa é uma das lições do curso Manejo Sanitário de Bovinos de Corte, que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) passa a oferecer na modalidade semipresencial. 

A formação dura 14 horas, sendo que 10 são on-line, divididas em cinco dias. As outras quatro são presenciais e individuais, na casa do participante. No período virtual será ministrada a parte teórica, na qual são ressaltadas a importância da sanidade e da prevenção. “O tripé da produtividade de bovinos é sanidade, nutrição e genética. Em cima desse tripé, neste curso falamos sobre a importância da saúde e do bem-estar animal, de ele estar livre de doenças, de dor. E falamos da importância de trabalhar preventivamente. Além de ser mais benéfico, por evitar dor e mal estar ao animal, será mais econômico para o produtor trabalhar com vacinas e tratamentos preventivos [do que com remédios]”, explica o técnico em formação profissional rural do Senar-RS, Pedro Faraco.

Doenças e tratamentos

Como nem sempre as doenças podem ser evitadas, é importante que os pecuaristas conheçam as enfermidades que podem se abater sobre o gado, como as doenças infecto-contagiosas, parasitárias, fúngicas e doenças reprodutivas, bem como as formas de combatê-las. “Nesse curso, o participante aprende a importância das vias de administração adequada dos medicamentos. Se for de aplicação intramuscular, a forma correta de se fazer, se for subcutânea, a mesma coisa. Bem como a forma correta de conservação dos medicamentos, que, muitas vezes, precisam ser refrigerados para não perder seu valor”, relata.

Como participar?

Os produtores rurais interessados em participar dos cursos semipresenciais do Senar-RS devem entrar em contato com o Sindicato Rural de seu município ou de sua região, e solicitar a participação no programa. De acordo com a demanda, a partir da mobilização realizada pelo parceiro, um técnico habilitado pela entidade será designado para ministrar as aulas.

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *