O que é reflexão ou competência reflexiva?

Atualmente, muito se defende a necessidade de formar professores que reflitam sobre sua prática, no intuito de modificá-la, melhorando-a não só em benefício do professor, mas de todos que compõem a comunidade escolar.

Segundo Alarcão:

 “Os professores desempenham um importante papel na produção e estruturação do conhecimento pedagógico porque refletem, de uma forma situada, na e sobre a interação que se gera entre o conhecimento científico […] e a sua aquisição pelo aluno, refletem na e sobre a interação entre a pessoa do professor e a pessoa do aluno, entre a instituição escola e a sociedade em geral. Desta forma, têm um papel ativo na educação e não um papel meramente técnico que se reduza à execução de normas e receitas ou à aplicação de teorias exteriores à   sua própria comunidade profissional (2005, p. 176).”

Nesse sentido, o docente como profissional reflexivo não atua como um mero transmissor de conteúdos, mas, em sua interação com os alunos, professores, e toda a comunidade escolar, é capaz de pensar sobre sua prática, confrontando suas ações e aquilo que julga acreditar como correto para sua atuação profissional com as consequências a que elas conduzem. Dessa forma, fica evidente a necessidade de adequar as teorias utilizadas em sala de aula com a realidade e a necessidade dos educandos, e não se basear em teorias que nada têm a ver com os aprendizes. A prática reflexiva deve estar baseada nas competências profissionais. É no momento da ação educativa que o educador expressa sua sabedoria por meio da transformação de seu conhecimento em prática. A capacidade de adaptar suas ações em situações que propiciem a aprendizagem demonstra as competências do professor, já um professor reflexivo não se limita apenas ao que aprendeu durante sua graduação. Mas constantemente examina seus saberes como forma de compreender seus fracassos. Em virtude destes fracassos ele se impulsiona em uma jornada do querer aprender para aprender a ensinar.

Profissional Reflexivo: No caso o Professor

O professor, conforme Alarcão (2005), deve ser um prático e um teórico da sua prática. Nesse sentido, “a reflexão sobre o seu ensino é o primeiro passo para quebrar o ato de rotina, possibilitar a análise de opções múltiplas para cada situação e reforçar a sua autonomia face ao pensamento dominante de uma dada realidade” (ALARCÃO, p. 82-83). A autora complementa, citando que a atitude reflexiva do professor pode fazer com que os próprios alunos se tornem reflexivos, por meio das propostas de trabalho que lhes forem feitas em aula, do modo como lhes forem apresentadas e da forma de avaliação e reflexão sobre as ações desenvolvidas. Dessa forma, fica claro que o entendimento do que constitui uma prática pedagógica crítico-reflexiva está distante de um apontamento acabado. Contudo, é uma tentativa de buscar soluções para questões relativas ao trabalho docente, sua identidade, bem como das necessidades escolares e sociais, cujo enquadramento se efetiva nas práticas pedagógicas, tarefa central da profissão docente. Diante destes apontamentos, os quais nos fazem repensar a nossa caminhada como professor (pessoa) e profissional, convido a refletirem sobre as inúmeras possibilidades que estamos nos deparando nos dias atuais, com o próprio ensino híbrido, o qual para muitos colegas ainda é uma novidade, e isso não me causa surpresa, pelo contrário, percebo que como professores a classe, aprende rapidamente e compartilhamos nossas conquistas perante as dificuldades existentes, mas percebo que estamos longe de um sistema de EDUCAÇÃO, eficaz e que supra com as necessidades existentes, mas fica o meu desejo como profissional, que um dia tudo isso melhore, independente do que virá.

Figura 1 – Mapa Conceitual Sobre Fluência Tecnológica dos Professores (DESEJÁVEL). Acessado em: 13/09/2020 às 20:00 (todos os direitos autorais reservados)

Alexandro de Abreu Licenciatura em Educação Física, Especialização em Psicopedagogia Institucional, Especialização em Supervisão Pedagógica e Orientação Educacional AEE – Atendimento Educacional Especializado, Mestrando em Educação: Formação de Professores

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *