LIRAa aponta médio risco de infestação do mosquito da dengue no município

Os agentes de endemias de Quinze de Novembro finalizaram no final do mês de junho às visitas domiciliares em todos os bairros da cidade para fazer o segundo levantamento de Índice Rápido do Aedes (LIRAa) de 2021. Desta vez, o LIRAa registrou índice de 1,0, representando médio risco de infestação do mosquito Aedes aegypti. O primeiro levantamento realizado em janeiro apresentou índice de 2,1 (médio risco de infestação).

Na região da 9ª Coordenadoria de Saúde, o risco de infestação é considerado médio, com índice de 2,1. Esses índices são usados para estimar a possibilidade de ocorrer uma epidemia de Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela urbana, e ainda outras arboviroses que este vetor pode transmitir, pois quanto mais focos do mosquito foi encontrado, maior é a probabilidade da doença ocorrer de forma autóctone.

A realização do LIRAa/LIA é de fundamental para o conhecimento dos índices de infestação do mosquito, bem como servir de base para planejar ações de controle do vetor, sendo que, quando os níveis de infestação atingir valores menores que 1%, o risco de ocorrer um surto é considerado baixo. Quando os índices estiverem entre 1% e 3,9%, o risco é considerado médio. Resultados acima de 3,9%, considera-se como risco alto a ocorrência de casos de doenças. A presença de larvas, mesmo com a queda de temperaturas típicas do outono, evidencia a importância da manutenção dos cuidados de eliminação de criadouros do mosquito.

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *