Jornal O Alto Jacuí

Há 46 anos informando, dialogando e agregando conhecimento aos ibirubenses

No dia 28 de fevereiro, próximo domingo, o Jornal O Alto Jacuí completa 46 anos de fundação. Em 1975, ano em que nascia o jornal, também era fundado a nível mundial a Microsoft, circulava no Brasil a primeira edição da revista PlayBoy. Mais de quatro décadas depois, o Jornal O Alto Jacuí conta sua história e registra seu trabalho em meio a uma pandemia. 

O jornalismo regional não se limita a apenas copiar e colar notícias, mas sim contar histórias, histórias reais de moradores, empreendedores, políticos, mulheres, profissionais, que fazem parte de Ibirubá e região. Circulando em cidades como Quinze de Novembro, Fortaleza dos Valos e Selbach e alcançando milhares de pessoas diariamente pelas mídias digitais, o Jornal O Alto Jacuí afirma diariamente o compromisso com os fatos. Com uma equipe que caminha e saí de trás do teclado para buscar a informação. Colunistas, fontes oficiais, científicas, lideranças políticas, apoios culturais, são diversos aqueles que possuem trabalham na produção de conhecimento e informação. 

Desafios: 

Coletar, analisar e transmitir informações atuais periodicamente. Essa é uma definição simples que certamente não explica toda a complexidade que envolve a atividade jornalística. Para se ter uma ideia de sua importância, em 1828, o político e historiador Thomas Macaulay se refere pela primeira vez ao jornalismo como o quarto poder. Desde então, ele se tornou cada vez mais influente, poderoso e dinâmico. A palavra jornal tem origem no latim, diurnális, e significa diário. O título do primeiro jornal conhecido é Acta diurna, criado na Roma antiga. O boletim, esculpido em pedra e exibido em praça pública, trazia diariamente notícias e diretrizes governamentais.  No século oitavo, jornais escritos a mão já existiam na China. A partir da invenção da imprensa, surgem os primeiros jornais modernos e no início do século XIX eles se tornam nosso principal veículo de comunicação.

Assim como todos os setores da sociedade, o jornalismo e o Jornal O Alto Jacuí precisaram se reinventar. O coronavírus incitou o jornalismo a trocar de pele: de proclamador da verdade ele passou a interlocutor das incertezas. E eis que o exercício da “não resposta” se tornou regra. O jornalismo tradicional é o principal interlocutor da sociedade nesse momento de pandemia, mas ele precisou operar com o não sabido, justamente ao assumir essa postura de não mascarar a realidade com falsas respostas que acabou ganhando pontos junto à opinião pública, recuperando credibilidade na contramão das fake news. Foi apostando no cruzamento rigoroso de fontes oficiais diversas que os veículos tradicionais voltaram a figurar como importantes filtros para olhar nos olhos da pandemia. 

A história e todos os marcos do jornalismo fazem que dia após dia a profissão e os meios de comunicação evoluam. Evoluam com os erros, acertos, grandes reportagens e grandes fatos. Há 46 anos o Jornal O Alto Jacuí adentra na casa dos ibirubenses e neste aniversário você poderá ler o testemunho de quem também compõe essa história:

Depoimentos:

Marcela Scheffler – Jornalista

Uma história dedicada a contar milhares de histórias. Assim é o Jornal o Alto Jacuí, que nasceu e se desenvolveu registrando os fatos mais importantes de Ibirubá e dos municípios da região, documentando a trajetória da nossa gente, celebrando as conquistas e reivindicando recursos, obras e melhorias para nossa região, cobrando das nossas lideranças um bom trabalho.

Não posso falar do OAJ sem lembrar da minha trajetória neste semanário. No ano de 2008, antes mesmo de ingressar na faculdade de Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, busquei voluntariamente espaço no Jornal, assinando uma página específica sobre Quinze de Novembro, que tradicionalmente trazia uma coluna social (como leitora, identifiquei que estava sem colunista naquele momento). Também solicitei um espaço para redação de artigos de opinião, o que foi prontamente aceito pela então diretora Marga Guimarães. Como aprendiz de jornalista, também redigia matérias sobre o município. Em minha primeira semana de estágio, o primeiro evento que compareci e fiz a cobertura jornalística foi a celebração da vitória de Clair Kuhn como prefeito reeleito de Quinze de Novembro. Segui participando da redação do jornal até fevereiro de 2010. Nesta semana em que escrevo este parágrafo de homenagem ao aniversário do Jornal o Alto Jacuí, é anunciado que o então suplente de deputado estadual Clair Kuhn irá assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa, o que me fez relembrar de que esta é mais uma trajetória que tanto eu como profissional, e que o OAJ como veículo de comunicação, acompanharam. 

Muitas foram as histórias contadas neste semanário. A região deve se orgulhar de ter uma imprensa atuante, participativa, exigente e justa. Parabéns Jornal O Alto Jacuí pelos 46 anos. Sucesso aos que conduzem a direção e redação atualmente. E minha gratidão pela oportunidade e pela escola que vocês foram para mim e para vários profissionais do jornalismo.

Marcia Rossatto Fredi – Prefeita Fortaleza dos Valos e Presidente do COMJA

Parabenizo o Jornal O Alto Jacuí pelos 46 anos de trabalho!

Que continuem essa nobre missão de levar a informação ao maior número de pessoas, com credibilidade e seriedade que são as marcas do jornalismo desse importante meio de comunicação social!!

Jaqueline Brignoni Winsch – Presidente do Legislativo Ibirubense

Parabéns ao Jornal “O Alto Jacuí” pelos 46 anos de história. Essa trajetória é a prova da credibilidade construída ao longo do tempo, narrando os principais fatos de Ibirubá e região com seriedade e dinamismo. Gostaria de lembrar também de seu fundador, o jornalista Justino Guimarães Neto (in memorian), que através do “Jornal da Comunidade” contribuiu para a construção e preservação da memória impressa de Ibirubá e região.

Diego Franzen – Jornalista e escritor

Nesta passagem do 46º aniversário do Jornal Alto Jacuí, como jornalista, escritor e entusiasta da cultura e da informação, parabenizo este conceituado veículo de comunicação, bem como sua direção e todos os colaboradores e parceiros. Nestes tempos, fazer jornalismo e mídia, com profissionais e de forma sério e embasada, em meio a tanta cultura de desinformação que testemunhamos crescer diariamente em redes sociais, é mais do que apenas uma tarefa profissional, é uma grande responsabilidade social. Não há democracia sem liberdade de imprensa. Não há imprensa sem informação. Estamos cientes de que  pluralidade de opiniões, uma apuração rigorosa, e a relevância da informação serão sempre os responsáveis pela sobrevivência do jornalismo. E ao longo destas décadas, o jornal Alto Jacuí tem feito isso com sapiência e responsabilidade. Meus votos são de vida longa e muita prosperidade. E obrigado. Por tudo!

Isadora Vilanova

Sou jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Maria, há um ano conquistei o meu diploma. Há um ano faço parte da equipe do Jornal O Alto Jacuí. No próximo dia 28 de fevereiro o Jornal O Alto Jacuí completa 46 anos e a comunidade ibirubense deve ser grata. Grata pelo compromisso que o Jornal O Alto Jacuí tem em manter a sociedade informada, em mostrar, transcrever, ser a ponte, entre os fatos e os cidadãos. O que seria de Ibirubá sem o Jornal O Alto Jacuí? Sem o papel da imprensa na geração de conhecimento e atualizações? Em tempos digitais, manter vivo um jornal impresso, circulando em diversos bairros, é privilégio de poucos municípios! Feliz 46 anos Jornal O Alto Jacuí! Viva a informação e o conhecimento. 

Fernando Kopper – Redator Jornal O Alto Jacuí

Há mais de 1 ano atrás eu chegava de Caxias do Sul para me juntar a essa equipe. No dia 03 de janeiro de 2020 eu começava de forma tímida a dar os primeiros passos no jornalismo, hoje, emocionado, feliz e muito orgulhoso posso falar que faço parte dessa história. Uffaaa! 46 anos do jornal O Alto Jacuí! Tantas notícias, tantas informações, quantas histórias esse semanal informou para a comunidade Ibirubense? Impossível não se emocionar com esses 46 anos. Até o momento foram 2.392 edições, são 2.392 semanas em que o jornal esteve presente na história de Ibirubá. Parabéns Jornal O Alto Jacuí! Parabéns a todos que fizeram parte desses 46 anos de história. 

Rossano Cavalari – Historiador e escritor

“Desejo parabenizar o jornal Alto Jacuí por mais um ano de conquistas e integração no cotidiano da família regional. Nestes 46 anos, o jornal fortaleceu os laços comunitários, não apenas informando, mas também aproximando os moradores e divulgando as necessidades da população. Além disso, o Alto Jacuí oferece em suas páginas, uma gama imprescindível de pensamentos e informações através de seus colaboradores e parceiros em geral. Parabéns…”

Autor: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *