Clínica Integrar apresenta nova estrutura em Ibirubá

A psicopedagoga Jaqueline Dorfey inaugurou em Ibirubá junto a sua equipe uma nova estrutura da Clínica Integrar.

Um espaço mais amplo que busca atender de forma mais dinâmica pais e crianças que buscam pelos atendimentos oferecidos.

“Em função do meu público ser crianças com autismo, eles necessitam de espaço, para trabalhar a questão motora, visual. O espaço que eu tinha era bom, mas buscamos ampliar, ter uma melhor organização”, explicou Jaqueline.

Única profissional a trabalhar com Análise do Comportamento em Ibirubá, Jaqueline conta com mais de 70 pacientes.

“A análise do comportamento trabalha com intervenções para autismo e deficiência intectual”, destaca. 

O espaço mais dinâmico e lúdico oferece jogos para as crianças e instrumentos que vão auxiliar no desenvolvimento.

“Para estruturar esse espaço levamos em conta o acesso das crianças às coisas. Quando coloca as coisas no alto, você estimula a comunicação, ou para que ela pelo menos aponte para o que chamou a atenção”, destaca. 

Logo na entrada da clínica um quadro explica os mitos que atrasam o diagnóstico do  autismo.

“Não precisa ter um diagnóstico para auxiliar na intervenção, o trabalho auxilia e também previne. É sempre melhor pecar pelo excesso, porque não vai fazer mal”, pontua Jaqueline. 

A clínica conta com uma sala de atendimento, banheiro e cozinha. Além de Jaqueline mais duas profissionais atendem no centro, sendo uma capacitada em Análise do Comportamento e uma fonoaudiológica.

O período que as crianças ficam na clínica é um período em que através das brincadeiras é desenvolvido muitos estímulos. 

O trabalho liderado por Jaqueline também impacta os pais. Uma vez ao mês ela se reúne com os pais para analisar os avanços no tratamento e direcionar como eles devem agir em casa.

“Eu ajudo os pais a aplicarem em casa. Quem entende que é necessário, em três meses temos resultados. É no dia a dia, no brincar, que se estimula”, afirma.

A clínica atende com agendamento a partir das 7h30min e também em diferentes horários, para conseguir atender aos pais que trabalham em horário comercial. 

Author: Rádio Cidade Ibirubá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *