Connect with us
some text
Loading

Notícias Gerais

[Especial Mães OAJ] A história de três gerações de mulheres e mães

Published

on

Uma geração que tem passado e futuro ligados pelo amor aos filhos e pelos laços familiares, Conheça a história de Andradina, Leda e Andréia, mãe, filha e neta. ESPECIAL MÃES- ANDRADINA CHAVES 98 ANOS DE PURO AMOR Andradina Chaves dos Santos não é apenas uma mulher de origem humilde e batalhadora, Ela é MÃE, com todos os significados que essa palavra possa representar. No dia 12/5 se comemora o Dia das Mães e encontramos Dona Andradina, uma jovem senhora, por assim dizer, que com 98 anos de idade que tem vida marcada por lutas e conquistas.

Andradina, hoje aposentada e moradora no Bairro Unida, tem sua história construída no interior do município, mais precisamente na localidade de Rincão Seco. Foi lá, no seu pedacinho de chão, na sua casa de madeira com piso de terra batida que ela, junto com seu esposo Ernesto (em memória) ,criou seus 11 filhos. São 4 filhos homens e 7 filhas mulheres. Ela ainda ajudou na criação de 2 netos. Andradina foi mãe muito jovem, mas sua origem humilde fez com que ela se tornasse uma mulher muito forte e dura em relação a criação de seus filhos.

Como ela mesmo conta, trabalhava na lavoura de sol a sol e levava seus filhos para lhe ajudar. Ainda eram crianças, mas estavam lá ajudando a família, o que fazia parte das obrigações daquela época.
Andradina, além de mulher do campo, trabalhou como parteira, e foi muito solicitada pelos moradores do interior. Isso só mostra o quão batalhadora essa mãe foi, pois criar filhos no interior, sem dinheiro, e lutando dia a dia para que os filhos tivessem no mínimo uma refeição por dia, não era nada fácil.

Seu primogênito é Eurico, que talvez vocês conheçam por Tilico, seu caçula é o Paulo, ela mesma fez o próprio parto e contou com a ajuda de sua filha, Serlei. Também é mãe do Valdomiro, conhecido como Chave em Ibirubá, da Nelci, Maria, Normelha, Leda, Pedro Chaves, Denir, a qual ela diz que ficava na maioria das vezes em casa quando criança, para limpar, e deixar o chimarrão pronto para quando ela chegasse da lavoura pudesse tomar seu mate, e ter o merecido descanso. Mãe da Hilda, a qual ainda adotou bebê, mas isso foi só um detalhe, pois o amor de mãe era o mesmo! Andradina, sabe exatamente o nome de cada filho, a data de nascimento e se questionada, conta sobre cada de filho uma história da sua infância e de sua fase adulta, se emociona ao falar de cada um. Além disso, ela ajudou, e amou como filho seus netos Paulo e André, filhos de Serlei e Leda.
Hoje, com seus 98 anos, prestes a completar 99 em agosto, está sob os cuidados de seu filho Paulo, o qual dá a assistência que ela necessita. Além de ser mãe, Andradina, já é avó, bisavó, tataravó e tatataravó, ou seja, seu nome será lembrado por gerações.
Deixamos aqui, uma homenagem a esta MÃE, que batalhou no passado para criar seus filhos, do jeito que achava certo e correto, e que hoje fica na sua varanda esperando a visita deles para tomar um chimarrão e conversar.
O desejo dos filhos é a saúde da mãe Andradina, e que possa estar ainda por muitos anos comemorando este dia.

Dona Andradina, um exemplo, um orgulho para a família Chaves dos Santos

Especial Mães: Leda Chaves dos Santos

Muitas lutas e amor para criar seus filhos Quando escolhemos contar histórias de mamães, buscamos falar sobre amor, e assim vamos contar um pouco da vida da Leda Chaves dos Santos, mãe da Andréia e André, e filha da Dona Andradina. A história das mulheres dessa família encanta e emociona. Leda, que cresceu no interior do Rincão Seco, junto com seus irmão, ajudou a sua mãe na lavoura, e nos afazeres da casa, foi mãe ainda jovem aos 19 anos, em uma época mais difícil, mãe solo, enfrentou preconceitos e críticas de todos os lados, mas nunca abaixou a cabeça, mulher de alma forte e batalhadora, trabalhou muito, para dar o que na época podia ser o melhor para seu filho o André, um dos netos que a dona Andradina ajudou a criar. Tudo parecia difícil, mas ela seguia em frente lutando para dar um futuro ao seu filho.

“Era uma época simples, a família era humilde, as crianças brincavam descalços, subiam em árvores, tomavam banho de chuva e ajudavam nos afazeres, e mesmo morando na cidade, sempre ia ver o filho na casa da minha mãe lá no interior, levava mantimentos para que não faltasse nada, e junto comigo sempre ia minha irmã Serlei, pois a minha mãe criava juntos os dois netos o André e o Paulinho”. Comenta Leda.

Após 14 anos, uma nova surpresa, Leda fica grávida novamente da sua segunda filha, Andréia, o tempo e as circunstâncias eram outras, porém a prioridade de valorizar o que era simples continuou, amor e carinho também. Hoje crescidos, os bebês da Leda são adultos responsáveis, trabalhadores, honestos e como ela mesmo comentou: Vejo que toda batalha que tive no passado valeu a pena, pois tenho dois filhos do bem, tementes a deus e dignos do meu orgulho. A mãe ama vocês, e fico feliz em saber que esse amor é recíproco.Mas o mundo não para, e para 2019 uma grata surpresa na vida da Leda, ela será pela primeira vez avó, seu meu primeiro(a) Neto(a) que está para chegar, sua filha mais nova Andréia, está a espera do seu primogênito(a), e essa história que contamos a seguir:

Especial Mães: Andréia Luft- a espera de seu primogênito(a)

Para Finalizar essa linda história, de gerações de mães, quem fala sobre esta experiência, e a neta da Dona Andradina, Andréia Luft, aos 25 anos e sendo ela mãe de primeira viagem, está a viver um novo momento, com ajuda da família, marido e claro de sua mãe e futura vovó Leda.

Andréia relata que no mundo de hoje, dá certo medo de ser mãe, educar uma criança não é um das tarefas mais fáceis. Para ela, ser mãe é mais que carregar 9 meses um bebê é saber carregá-lo por toda a vida. É um trabalho em tempo integral e mesmo estando ainda em seu ventre é uma ligação única. O medo de não saber tudo, principalmente em seu caso, como mãe de primeira viagem. Mas ela acredita que ser perfeita, mesmo como mãe, é impossível; só o que se pode é assegurar que seu bebê tenha o seu melhor .

Andréia comenta que como mãe existe o medo de errar, nem tudo são flores, mas o amor de ser mãe supera tudo,
“Sei que como mãe haverá erros e nem tudo serão flores, mas espero saber ensinar com afeto, formar um bom caráter, com cumplicidade, confiança e responsabilidade. Espero ter sabedoria para demonstrar bons caminhos, ser exemplo e criar um cidadão de bem. Quero poder passar a minha essência de dar valor ao que é simples, ensinamento que trago de casa, além de meu pai, de uma mãe batalhadora, humilde, cúmplice e que com certeza será uma avó incrível, desempenhando esse papel da melhor forma, como sempre fez como mãe, com amor.” Já vejo a Andréia mãe, a clássica babona que vibra a cada novidade e evolução semanal, que chora a cada ultrassom e se desmancha ao ouvir as batidas de um mini coração. Andréia mãe é aquela que agradece a Deus por esse dom tão lindo, gerar vida, ser mãe. A mãe que beija, que dará muito colo e vai amassar em abraços, que vai proteger, mas também vai formar caráter, ensinar limites, respeito, afinal, isso também é amor; o amor, além das palavras, está nos atos e cuidados e o filho fortalece o amor pela vida.”

A espera pelo parto normal, Andréia deseja que o bebê venha no tempo de dele(a), da maneira que for melhor. E cada mãe pensa a sua maneira, mas para ela essa seria a melhor opção até o momento, entre os prós e contras. A futura mamãe, desejamos uma boa gestão e daqui para frente só anos de alegria com seu bebê!

Departamento de jornalismo Rádio Cidade FM/ O Alto Jacuí

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Gerais

Cemitério no Rio Grande do Sul será palco de casamento coletivo

Published

on

Esqueça os jardins, as praias e as capelas. O cenário que 10 casais escolheram para realizar o sonho do matrimônio é o Cemitério Saint Hilaire, em Viamão/RS. O endereço inusitado sediará uma celebração diversa: funcionários que se apaixonaram no cemitério estão entre os noivos, assim como casais gays e pares de baixa renda, que não teriam condições financeiras de fazer uma festa particular.

A programação, custeada pelo Grupo Cortel, responsável pelo empreendimento, terá bênção ecumênica, seguida de fotos, brindes e da valsa dos noivos. A ideia de ceder o espaço a eventos alegres, como casamentos e campanhas de adoção de animais, quer transformar a convicção fúnebre de que cemitérios são reservados aos momentos de luto.

O casório será no sábado (25), às 11h, aberto ao público.

Com informações Gaúcha ZH

Continue Lendo

Notícias Gerais

Policia Federal mira empresas de criptomoedas em operação no RS

Published

on

Em seis meses, instituição teria movimentado mais de R$ 700 milhões; 10 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão estão sendo cumpridos

A Polícia Federal e a Receita Federal cumprem, na manhã desta terça-feira (21), 10 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão em cinco cidades gaúchas e em Santa CatarinaSão Paulo. A chamada Operação Egypto investiga uma instituição financeira – que ainda não teve o nome divulgado –, com sede em Novo Hamburgo, que atua sem autorização do Banco Central.

O inquérito foi instaurado em janeiro para investigar a atuação da companhia, que estaria captando recursos de terceiros, sem a autorização dos órgãos competentes, para investimento no mercado de criptomoedas. A empresa assumia o compromisso de retorno de, pelo menos, 15% no primeiro mês de aplicação.

Conforme levantamentos da Receita, uma das contas da empresa teria recebido créditos de mais de R$ 700 milhões entre agosto de 2018 e fevereiro deste ano. Segundo a investigação, os sócios da instituição apresentaram evolução patrimonial que, em alguns casos, passou de menos de R$ 100 mil para dezenas de milhões de reais em cerca de um ano.

No Rio Grande do Sul, as ordens judiciais estão sendo cumpridas em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Esteio, Estância Velha e Campo Bom. Cerca de 130 policiais federais, 20 servidores da Receita Federal do Brasil e seis policiais civis participam da ação.

Além dos mandados de busca e prisão, foram expedidas ordens judiciais de bloqueio de ativos financeiros em nome de pessoas físicas e jurídicas, de dezenas de imóveis e a apreensão de veículos de luxo. A operação foi denominada Egypto pela similaridade dessa palavra com o termo “cripto” e pelo fato de que o negócio da empresa foi classificado por terceiros como de “pirâmide financeira”.

Gaucha/ZH

Continue Lendo

Notícias Gerais

Comunidade ibirubense perde a empresária Mara Grave

Published

on

Faleceu, nesta segunda-feira, 20, no Hospital São Vicente, em Passo Fundo/RS a empresária Mara Regina Ludwig Grave. Ela e o seu esposo Paulo Grave são proprietários da rede de lojas de calçados e confeções Girassol. A empresa completou 31 anos e atua nos municípios de Ibirubá, Tapera e Espumoso.

Mara tinha 50 anos e estava lutando contra o câncer. O velório acontece na Capela Mortuária de Ibirubá. A comunidade acompanhou os atos de despedida em grande número. A equipe de colaboradores da Girassol homenageou a diretora com rosas amarelas, a cor que Mara preferia e que era predominante na rede de lojas.

Atos de encomendação estavam previstos para às 10 horas de terça-feira, 21. O sepultamento foi confirmado para o Cemitério Católico de Ibirubá, segundo informou a Funerária MPK.

Além do esposo, Mara deixou enlutados os pais Teno e Suely, filhas Daiana e Ana Paula e a neta Lívia. Em gesto nobre, a família autorizou a doação das córneas, que foram captadas pela equipe do Hospital São Vicente de Passo Fundo.

 

Da Redação integrada Rádio Cidade FM/ Jornal O Alto Jacuí

Continue Lendo

Notícias Gerais

“Potreiro do Gabe” no centro de mais uma polêmica

Published

on

O movimento S.O.S Potreiro do Gabe, criado no começo do ano, visa preservar o conhecido pelos ibirubenses “Mato do Gabe”. Sua história já foi amplamente contada nas páginas do O Alto Jacuí. Esse movimento tem como objetivo preservar aquela parte de terra, uma área de mata nativa e pensar novas estratégias de preservação ambiental para se construir uma área de lazer para a comunidade.

O movimento nos últimos meses intensificou suas ações e está mantendo grupos no Facebook e WhatsApp, intitulado S.O.S Campo do Gabe. Esses espaços se tornaram um local para discussão sobre políticas públicas em relação ao meio ambiente, e pensar estratégias para que o Mato do Gabe se mantenha como cartão postal em Ibirubá.
Entre as ações do movimento estão reuniões com as lideranças municipais para em conjunto encontrar uma solução viável, para todos os envolvidos, de preservação do local.

A comunidade em geral vem apoiando a causa do S.O.S Potreiro do Gabe e fiscalizando o local, com fotos das modificações que estão ocorrendo. Entre essas modificações estão colocação de terra e entulhos junto ao campo. Os atuais proprietários foram procurados pela nossa redação e não quiseram se manifestar, mas deixaram claro que qualquer modificação está dentro da legalidade.

Após essas modificações no campo a comunidade enviou denúncias ao órgãos ambientais, responsáveis pela fiscalização de áreas de preservação, como a Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler), além de postagens sobre essas modificações. Com isso, um dos proprietários do local, denunciou 15 pessoas, integrantes do movimento, como perturbação. Todos foram chamados até a Polícia Civil e tiveram que esclarecer seus posicionamentos e comentários nas postagens do S.O.S Campo do Gabe. Após esse fato, nossa redação procurou líderes do movimento, o jornalista Clóvis Messerschmit e Carlos Guimarães, para esclarecer a situação. Eles optaram em se manifestar através de nota de esclarecimento, reproduzida abaixo.

Em contato com um dos investidores da área, Paulo Bonfanti, empresário do ramo imobiliário, o mesmo preferiu não se manifestar publicamente e apenas respondeu o seguinte a nossa equipe: “A área é particular, não tem por que falar sobre um empreendimento privado”. Bonfanti esclarece que existe uma avaliação sobre o que será feito com o espaço. “Estamos dentro da lei e já fomos fiscalizados por vários órgãos ambientais, os quais constataram que está tudo legalizado” frisou.

O grupo S.O.S lançou através das suas redes socais uma nota oficial a comunidade. Confira a íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O movimento SOS Potreiro do Gabe, vem a público informar, que a mobilização hoje existente em defesa da área, trata-se de uma aliança entre os munícipes e apreciadores da causa ambiental e, de nenhuma forma, tem o intuito de prejudicar ou denegrir a imagem de alguém, incluindo os atuais proprietários da área.
Sabemos também que a população tem o direito de receber informações, ser consultada e participar dos processos de decisão sobre políticas públicas, projetos ou atividades que afetem a qualidade de sua vida e que tenham impactos relevantes para o meio ambiente.
Devido a alguns comentários e ações desnecessárias, achamos por obrigação e dever, novamente colocar a todos o nosso principal objetivo:
Preservar o Potreiro do Gabe (área remanescente da propriedade do Sr. Edgar Gabe), tentando evitar o loteamento ou construções na área e, principalmente, lutar pela criação de um parque ecológico e de recreação, visando assim melhorias ao meio ambiente e proporcionando à população uma excelente área de lazer.
A transformação da área em patrimônio público, com toda a certeza, será com a devida e justa remuneração aos seus proprietários. O grupo se reuniu recentemente para debater e conseguir recursos públicos com a atual administração municipal, tendo sido recebido com simpatia e a promessa de que estudaria uma forma de viabilizar a intenção de transformar a área em uso comum, a fim de termos um verdadeiro cartão postal da cidade.
Defendemos uma democracia participativa, em que a população não apenas contribua para preservar o meio ambiente, mas também fiscalize as políticas ambientais e denuncie as irregularidades e os possíveis crimes ambientais que chegarem ao seu conhecimento.

Ibirubá, 10 de maio de 2019.
COMISSÃO POTREIRO DO GABE

Departamento de Jornalismo Rádio Cidade FM/O Alto Jacuí

Continue Lendo

Notícias Gerais

Trecho da Rua Tiradentes receberá pavimentação asfáltica até a Capela Mortuária

Published

on

A Secretaria Municipal de Obras está trabalhando na infraestrutura do trecho da rua Tiradentes que receberá asfalto, entre as Ruas Três de Outubro e José Bonifácio, que abrange os bairros Centro e Santa Helena. O recurso para a pavimentação é de indicação do deputado federal Giovani Cherini com contrapartida da Prefeitura Municipal.
Em setembro passado, os proprietários dos imóveis beneficiados pela melhoria participaram de Audiência Pública, que explanou o projeto de asfaltamento e a contribuição de melhoria, que será apresentada aos proprietários de imóveis beneficiados após a conclusão da obra.

Desde abril, entrando no mês de maio deste ano, equipe de Obras está executando serviços de colocação de tubos de drenagem e construção de bocas de lobo no referido trecho. Após a infraestrutura estar concluída, a via estará recebendo a pavimentação asfáltica.

Entenda a obra

Em 2018 ainda, o processo licitatório foi realizado sob a Tomada de Preços 006 e efetivado o Contrato 110 com a empresa vencedora Bripav Britagem e Pavimentação Eireli, de Ijuí. O trecho da Rua Tiradentes tem a extensão de 430,90 metros lineares, cujo valor de execução foi orçado em R$ 337.836,20.
Deste valor total, um repasse no valor de R$ 232.380,95 será oriundo do Programa de Planejamento Urbano do Ministério das Cidades, cuja indicação parlamentar foi do deputado federal Giovani Cherini (PR); e o valor de R$ 105.455,25 será do próprio caixa do Município como contrapartida do convênio.
Sendo obra que envolve convênio com o governo federal, é importante registrar que o recurso financeiro é liberado por etapas. Após o primeiro depósito, é iniciada a obra. O Setor de Projetos da Prefeitura Municipal emite boletim de medição da etapa da obra executada (parcial), sendo o documento encaminhado ao agente financiador. Após análise e verificação, é liberada mais uma parte do recurso para a continuidade da obra e, assim por diante, até finalizar 100% do projeto.
Além dos boletins, também deve ser levado em consideração a própria programação de pagamentos do governo federal. “É por isto que, em alguns momentos, a obra inicia e para, ficando um período parada, até que venha a próxima liberação de recursos para a continuidade da mesma”, explicou o secretário de Obras Vanderlei de Souza.

 

Continue Lendo

Notícias Gerais

Limpeza com os contêineres: 3ª etapa

Published

on

A Ação de Intensificação ao Combate do Mosquito Aedes aegypti, através de uma grande ação de limpeza na área urbana da cidade de Ibirubá, está entrando em sua 3ª etapa. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lançou mais um cronograma de rodízio de contêineres entre os bairros.

A Secretaria de Saúde de Ibirubá, através do Departamento de Combate a Endemias, está focada no combate ao mosquito Aedes aegypti. A preocupação se faz premente, pois, neste ano, o Rio Grande do Sul já contabiliza 528 casos de Dengue confirmados, sendo 456 casos autóctones – em que o contágio aconteceu dentro dos limites do estado – e 72 contraídos fora do estado, segundo levantamento divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde no dia 15/05.

O município de Ibirubá não tem casos confirmados de doenças causadas por vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti, mas o índice de infestação dobrou em relação ao ano passado. A equipe de Combate à Endemias, que trabalha a campo, tem comprovado uma grande quantidade de lixo acumulada pelas residências, pelos estabelecimentos comerciais e industriais. Daí a iniciativa de se fazer uma intensa ação de limpeza na cidade com a contratação de quatro contêineres, dispostos junto aos bairros, para fazer o recolhimento de todo e qualquer material (com exceção de descarte orgânico), que esteja propiciando o acúmulo de água, um criadouro ideal para o mosquito.

Desde o dia 18/04, a Ação de Intensificação já contemplou todos os bairros da cidade. A partir de 20/05 até o dia 12/06, uma nova rodada está programada para os quatro contêineres ficarem disponíveis, cada um deles durante uma semana nos bairros da cidade de Ibirubá.

“Estamos conseguindo fazer uma grande retirada de lixo e materiais. O que se pode reciclar está indo para a Associação de Catadores fazer a destinação. E o que não tem mais utilidade, está indo para o Aterro Sanitário”, informou a enfermeira responsável pelo Departamento de Combate a Endemias Edina Dallanora.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Movimentação das ocorrências policiais no final de semana em Ibirubá

Published

on

Um espumosense de 27 Anos foi preso pela Brigada Militar de Ibirubá com uma Motocicleta Roubada. Lucas Alessandro Lemes da Rosa estava transitando com uma motocicleta Fan Placas IOL 6176 De Não-Me-Toque e ao ser abordado pelos soldados Cassol E Vinícius Botelho, foi constatado que a motocicleta estava com registro de furto em Soledade. Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão para o envolvido e conduziram o mesmo para a Delegacia de Polícia de Cruz Alta, onde ele foi preso em flagrante pelo Crime de Receptação. Lucas já possui passagens por receptação e homicídio.

_____________________________________________________________

Ocorrências do dia 17 Maio De 2019

• OPM: Ibirubá.

• Hora: 20h00min.

• Local Do Fato (RUA/AV): Rua: Serafim Fagundes N°1727.

• Fato: Abandono De Incapaz

• Histórico Do Fato:

Compareceu na Brigada Militar uma Conselheira Tutelar do Município de Ibirubá, a qual efetuou um registro De “ABANDONO De Incapaz”. Segundo Relato, o Conselho Tutelar de Ibirubá recebeu denuncias que uma criança de 07anos de Idade, se encontraria há horas Em via pública (Na Rua), sem Responsáveis. ao chegar ao local foi constatado que a criança se encontrava na via publica e, sua mãe não se encontrava na residência, e nem foi possível encontrá-la. Diante disso, as Conselheiras de Plantão encaminharam a criança a um parente (madrinha) a qual se responsabilizou no cuidado com a criança. A mãe (responsável) irá responder pelo fato mencionado.

_____________________________________________________________

Ocorrências do dia 18 maio de 2019

• OPM: Ibirubá.

• hora: 22h00min.

• local do fato (rua/av): rua 03 de outubro , centro, ibirubá- rs.

• fato: pertubação do sossego alheio.

• histórico do fato:

A guarnição de serviço foi até o local e constatou com a vítima o som alto da residencia em frente a sua casa. A vítima representou contra sua vizinha, efetuado o registro.

_____________________________________________________________

Ocorrências do dia 19 maio de 2019

• OPM: Ibirubá.

• hora: 05h00min.

• local do fato (rua/av): RS 223, entre Ibirubá e Selbach.

• fato: porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e disparo em via publica.

• histórico do fato:

A guarnição de serviço foi despachado pela sala de operação nesta data, por volta das 05hrs de que houve disparos de de arma de fogo numa festa em clube efetuados por um indivíduo e que o mesmo estaria num GOLF branco. Ao se deslocarem até o local e quando chegaram lá o indivíduo empreendeu fuga por aproximadamente 15 km na estrada em sentido a cidade de Selbach. Que o mesmo entrou numa estrada de chão e lá conseguiram lograr exito na abordagem. No carona do veículo estava a testemunha. em revista veicular encontraram na porta do motorista uma pistola, um simulacro de revolver no porta-luvas, uma adaga nos pés do motorista. J.A. apresentava sinais visíveis de embriaguez, sendo convidado a realizar o teste do etilômetro, o qual negou-se. foi dada voz de prisão em flagrante e o ora conduzido J.A. resistiu a prisão, tendo sido necessário o uso moderado da força e uso de algemas. Ambos foram conduzidos até o hospital, posteriormente ao quartel da brigada militar e logo após DPPA de Cruz Alta para lavratura do presente, com o carona nada foi encontrado. o veículo foi recolhido administrativamente. Ocorrência na DPPA.

_____________________________________________________________

• OPM: Ibirubá.

• hora: 18h00min.

• local do fato (rua/av): Rua General Osório, Centro, Ibirubá- rs.

• fato: receptação e recuperação de veiculo.

• histórico do fato:

A Guarnição de serviço em patrulhamento de serviço suspeito de uma motocicleta Honda preta do município de Não-Me-Toque com dois cidadãos, ao efetuar consulta constatou situação de furto/ roubo com isso efetuou a abordagem do mesmo sendo L.A.R. condutor da moto e sua esposa caroneira, com isso foi dado voz de prisão e conduziu DPPA de Cruz Alta para efetuar o registro. Foi arbitrada pela autoridade policial a fiança, que sendo pago, o indiciado será posto em liberdade. A motocicleta foi recolhida ao deposito de Espumoso.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Auxílio Pecúlio Coprel completa 20 anos

Published

on

Em duas décadas foram mais de 12 mil benefícios entregues

Solidariedade com os cooperantes nos momentos mais difíceis, como a perda de um ente querido. Este é o espírito do programa social Auxílio Pecúlio, criado pela Coprel há 20 anos. Desde então, a cooperativa já distribuiu mais de 29 milhões de reais em benefícios ao cooperante ou o cônjuge, segurados pelo programa.

O Auxílio Pecúlio funciona como um seguro de vida e o cooperante contribui com R$ 1,45, descontado na fatura da energia elétrica, o que representa 23% do valor do seguro mensal.  O restante do valor é pago pelo Fundo Auxílio Pecúlio, através de destinação aprovada pelos cooperantes em Assembleia Geral. Para receber o benefício, a fatura deve estar em dia. O cooperante que possui unidade consumidora desativada pode permanecer segurado, contribuindo com R$ 18,00 ao ano.

A Coprel entregou 12.678 benefícios nas últimas duas décadas – contando com os dados do mês de abril de 2019. Os valores dos benefícios foram atualizados conforme os anos. Atualmente o benefício entregue aos cooperantes é de R$ 3.000,00 para morte natural e R$ 6.000,00 para morte acidental. O processo de encaminhamento do benefício é realizado nos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e Sindicatos Rurais dos municípios, com a participação dos colaboradores da Coprel e dos conselheiros do município no ato de entrega.

As principais causas de mortes, de acordo com dados do programa, são as doenças cancerígenas com 18,65%, seguida pelas doenças cardiológicas 16,65% e pelas doenças infecciosas 12,61%. A maior incidência de óbitos está entre os homens, com 65%, enquanto as mulheres 35%. Os números refletem a importância de o cooperante ter o cuidado preventivo com a saúde, mudar o estilo de vida e buscar hábitos mais saudáveis.

Para a Coprel é fundamental equilibrar o lado econômico e social, investindo as sobras da geração de energia em benefício aos cooperantes. De acordo com o presidente da Coprel, Jânio Vital Stefanello, o Auxílio Pecúlio reforça o compromisso da cooperativa com o social. “O programa Auxílio pecúlio representa um componente importante de solidariedade e ajuda no momento em que as pessoas mais precisam. É um benefício para todos os cooperantes, de qualquer idade, o que nos diferencia de outros seguros de vida. O nosso desejo é que as pessoas possam sempre contar com a sua cooperativa de energia e continuar a acreditar no desenvolvimento das nossas comunidades”, disse o presidente.

Assessoria de Comunicação Coprel

Continue Lendo

Notícias Gerais

Comunidade do IFRS realiza abraço simbólico nas unidades em defesa da educação pública

Published

on

Em defesa dos Institutos Federais (IFs), a comunidade acadêmica do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) realizou abraços coletivos simbólicos na Reitoria e nos campi nesta segunda-feira, 13 de maio de 2019. O objetivo é chamar a atenção para os impactos negativos que o corte orçamentário anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) terá no funcionamento da instituição. Estudantes e servidores participam das iniciativas.

O reitor do IFRS, Júlio Xandro Heck, destaca a importância do apoio da comunidade. “Hoje os estudantes e servidores do Ifrs estão dando um belo exemplo de comprometimento e de preocupação com o futuro. A nossa luta e a nossa manifestação não são contra nenhum governo, são simplesmente a favor da educação pública brasileira.”

O abraço em Ibirubá ocorreu às 13 horas, professores, técnicos-administrativos e alunos deram as mãos uns com os outros em torno do campus. Confira o registro realizado pela assessoria de comunicação do instituto:

Desde o início de maio, o IFRS divulgou duas notas informativas a respeito dos prejuízos do corte no orçamento nas atividades institucionais. Ações programadas como eventos e visitas técnicas já foram canceladas, e a instituição estima que, se não houver reversão, não haverá recursos para bolsas de alunos e fomentos a ações de Ensino, Pesquisa e Extensão, além dos contratos continuados, como água, energia e serviços terceirizados (segurança, limpeza etc). A estimativa é que o IFRS tenha recursos para funcionar até o mês de setembro de 2019.

O orçamento para despesas de custeio e investimento do IFRS para 2019 é de R$ 61,83 milhões, conforme a Lei Orçamentária Anual. O corte foi de R$ 18,55 milhões, correspondendo a 30% do valor, segundo dados do Tesouro Gerencial, sistema da Secretaria do Tesouro Nacional.

O IFRS oferta cursos técnicos (que podem ser cursados de forma integrada, concomitante ou subsequente ao Ensino Médio regular), cursos de graduação, especializações e mestrados profissionais, além de cursos de extensão (esses presenciais e a distância). Todos os cursos são gratuitos. São 17 campi no Rio Grande do Sul: Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão.

Com informações da Assessoria de Comunicação IFRS

Continue Lendo

Notícias Gerais

Conheça os projetos do IFRS que correm o risco de acabar

Published

on

Após o anúncio semana passada do Ministério da Educação (MEC) de um corte de 30% no repasse às universidades e institutos federais, diversas instituições de todo o Brasil constataram bloqueio de valores. Várias delas emitiram notas informando que, se os cortes se confirmarem, terão de paralisar atividades e suspender pagamentos a terceiros, incluindo o Instituto Federal – Campus de Ibirubá. Em grande parte dos casos, o maior impacto ocorrerá no pagamento de contas como água, energia elétrica, serviços de limpeza e aquisição de materiais.

Em nota divulgada, sexta 3/05, à comunidade o IFRS indicou que o corte de 30% do orçamento inviabiliza atividades no IFRS. O corte foi de R$ 18.549.952,00, correspondendo a 30% do orçamento de custeio e investimento, que é de R$ 61.833.180,00, conforme a Lei Orçamentária Anual de 2019. Migacir Trindade Flôres, Diretora Geral Campus Ibirubá, comentou que com esses cortes há um risco grande de inviabilizar o funcionamento da instituição. A expectativa, se o corte for mantido, é que o campus tenha possibilidade de funcionar até setembro, após esse período traria severos prejuízos aos serviços prestados à comunidade. Até mesmo nas atividades básicas de funcionamento como a manutenção dos contratos continuados, água, energia, alimentação e serviços terceirizados.

Em consequência ao corte de verba do Governo Federal, o IFRS anunciou através de outra nota oficial, publicada na segunda-feira, 06, a relação dos programas já cortados devido à falta de verbas, são eles:

“A utilização de recursos para diárias e passagens deve ser racionalizada, devendo ser autorizadas somente aquelas estritamente necessárias para o funcionamento da instituição. Alguns eventos institucionais de capacitação estão suspensos temporariamente. A falta de verba impacta na contratação de serviços para sua realização, bem como no deslocamento, alimentação e hospedagem de estudantes e servidores participantes. Estão suspensos por tempo indeterminado os eventos: 3º Encontro de Pesquisadores e Extensionistas, I Encontro de Gabinetes; II Encontro de Gestão de Pessoas; 6º Jogos do IFRS; IV Workshop Diversidade e Inclusão; Seminário Institucional de Autoavaliação e Planejamento Estratégico da Pós-Graduação Stricto Sensu; I Workshop de Tecnologia da Informação; II Festival #MundoIFRS; II Fórum de Educação Profissional e Tecnológica; Encontro Cultural e Tradicionalista dos IFs (Encontrão).”

Na terça-feira, 7, houveram diversas manifestações pelo Rio Grande do Sul, dos diversos campi que compõe o IFRS, aqui em Ibirubá não foi diferente. Os alunos do Instituto Federal se organizaram em frente ao IF com faixas contendo frases contra os cortes das instituições de ensino. Também, através de consulta popular, na página do Facebook Rádio Cidade Ibirubá, a comunidade ibirubense pode manifestar seu posicionamento, foram 859 votos, 86% contra o corte e 14% a favor do corte.

Conheça os projetos que podem estar com os dias contados

Projeto Ciência Revelada

O projeto Ciência Revelada, coordenado pela professora Ana Dionéia Wouters, elucida aspectos científicos de forma prática para o público leigo. Tem como público alvo estudantes da rede pública municipal e estadual, além da comunidade em geral. A última edição abordou aspectos da saúde bucal, aspectos estéticos e tecnologias utilizadas rotineiramente nos consultórios odontológicos, salientando o que há de mais moderno na odontologia atualmente. Oficina de Tecnologa em Produção de Alimentos ministrada pela Tássia Schwantes sobre aproveitamento integral de alimentos. E também, uma palestra realizada em setembro de 2018 com a professora da Unipampa Flávia Dalla Nora, falou sobre teorias da conspiração da indústria farmacêutica/alimentícia/agroquímica, fármacos mais utilizados hoje e qual o caminho percorrido para se chegar a um medicamento.

Parceria ente IFRS e CIEMP busca avanços na área médica

“Desenvolvimento de um sistema especialista para classificação de pacientes asmáticos”, coordenado pelo professor Dr. Edimar Manica. A parceria é com a Clínica Integrada de Especialidades Médicas e Psicológicas (CIEMP) de Ibirubá, a qual atua há dois anos no município. Os responsáveis pela clínica, o médico Enrique Pokulat e a psicóloga Camila Pereira, identificaram que a asma e outras doenças pulmonares afetam um grande número da população regional e, junto com o IFRS, buscam utilizar essas doenças como forma de rastreio e prevenção de outras mais graves.

A equipe do IFRS trabalha nesse projeto desde 2018 e conta com dois bolsistas da área de Ciência da Computação. Rafael Müller Gruhn e Lisiane Reips trabalham junto com o Dr. Edimar e o Dr. Enrique para construir as bases de dados necessárias para o avanço da pesquisa. O trabalho está em fase inicial, mas o Dr. Enrique Pokulat destaca que “esse é um projeto grande e pode ser um divisor de águas para quem tem asma”. Ainda existem várias fases a serem implantadas, e é necessário manter a atenção nas questões éticas, pois a pesquisa ainda utiliza dados fictícios, no entanto, em breve os dados serão de pacientes reais.

Cultura do Trigo

A produção e pós-colheita do trigo é a base para o projeto que reúne o IFRS Campus Ibirubá e a Biotrigo, empresa de Passo Fundo-RS que pesquisa há mais de 10 anos sobre essa cultura.

O objetivo é avaliar a possibilidade de antecipação do plantio, evitando utilizar outra cultura, como forrageiras, entre a colheita da soja e o plantio do trigo, bem como fomentar o interesse dos produtores por investir na cultura. Os experimentos serão realizados no Campus Ibirubá em abril de 2019 e 2020, onde inicialmente serão plantadas quatro cultivares para que seja possível analisar o desempenho dessas na semeadura antecipada.

Na pós-colheita, a intenção é otimizar o trabalho com a secagem do produto, observando a temperatura máxima e o tempo  ideal entre a colheita e a secagem para que haja melhor qualidade do trigo, levando em consideração condições controladas e não controladas de armazenamento. Nessa etapa, as amostras serão fornecidas pela Biotrigo e o trabalho de secagem será realizado pelos profissionais do Campus Ibirubá.

 

Departamento de Jornalismo Rádio Cidade FM/O Alto Jacuí

Continue Lendo

Talvez Você Goste

Copyright © 2019 Rádio Cidade Ibirubá - Webdesigner Sites by Ariel.