"

CLIQUE AQUI E OUÇA

Conecte-se Conosco

Notícias Gerais

Alienígenas, Ovnis, Seres de outras Galáxias estariam entre nós?

Postado

em

Quando o assunto é Ovnis, seres de outras galáxias o imaginário popular fica muito aguçado. Desde que o mundo é mundo sempre houve histórias de avistamentos em diversas culturas, seja em religiões ou em histórias passadas de pai para filho, porém a partir dos anos 40 essas histórias começaram a ganhar muito mais relevância. Tudo começa em 1947 quando uma suposta Nave espacial caiu em Roswell no Novo México. Tal incidente foi amplamente divulgado pela mídia americana na época. Os destroços haviam sido encontrados originalmente por um fazendeiro chamado William “Mac” Brazel, que deu uma entrevista ao jornal local contando como foi o achado, publicada no dia 9 de julho. Acostumado a encontrar restos de balões meteorológicos, não lhes deu importância de início, só vindo a recolher o material no feriado do 4 de julho, juntamente com a sua mulher e o seu outro filho Victor, de 14 anos. No dia 7 de julho de 1947, Brazel dirigiu-se até a delegacia do xerife George Wilcox, no condado de Chavez, informando-o de que teria talvez encontrado os restos de um disco voador. O xerife telefonou para a base aérea de Roswell, que enviou o major Billyard Ray Cyrus, do 509.º Grupo de Bombardeiros, juntamente com o capitão Sheridan Cavitt, para analisarem os destroços. O major recolheu o material e transportou-o para a base de Fort Worth. Enquanto isso a história espalhou-se, dando origem à manchete do “Roswell Daily Record” do dia 8. No dia seguinte, o exército norte-americano tratou de desmentir a versão do disco voador, afirmando que os destroços encontrados eram de um balão meteorológico. A partir deste evento a palavra “Disco Voador” foi fixada na imaginação dos terráqueos. No Brasil não foi diferente, em 1958 tivemos o mais famoso e mais documentado caso já registrado em solo Brasileiro, trata-se do caso Artur Berlet.

O “Caso Berlet” ocorreu em 25 de maio de 1958, quando o gaúcho Artur Berlet, da cidade de Sarandi – RS, desapareceu por 11 dias. Segundo Berlet teria sido abduzido e levado para um planeta chamado Acart aproximadamente 65,000,000km da terra, demorou cerca de 38 horas para chegar, onde ficou 11 dias em uma cidade com quase 90 milhões de habitantes. O curioso do fato que conseguiu comunicação com extraterrestres através do idioma Alemão. 

Durante esse tempo, Berlet teve a chance de ver a Terra a partir do espaço. Conhecer objetos e tecnologias que só teríamos posteriormente no decorrer do avanço dos humanos. Após décadas, a fantástica história do gaúcho ainda surpreende a todos. Quem reconstituiu a história desse caso para a RBS foi a professora Ana Berlet, filha de Artur.

 Vejam o nível da informação:

 Artur Berlet afirmou que a terra era azul após retornar do planeta Acart. Mas a pergunta que fica é: O que tem demais a terra ser azul? Após 3 anos e 4 meses do gaúcho afirmar isso, no dia 12 de abril de 1961, Yuri Alekseyevich Gagarin, cosmonauta russo, realizou a primeira viagem do homem ao espaço na cápsula espacial Vostok 1. Observando a Terra no interior de sua cápsula espacial Yuri disse: “A terra é azul”. Ou seja: Muito antes do primeiro homem a ir para o espaço e constatar que a terra era de fato azul, Berlet já havia feito isso.

Também tivemos vários outros acontecimentos no Brasil:

Operação Prato

Operação Prato foi uma operação militar realizada pela Força Aérea Brasileira para investigar alegações de objetos voadores não identificados na região do município de Colares, no Pará. A operação foi encerrada após 4 meses, e outras missões relacionadas foram realizadas durante o ano de 1978. Os objetos observados nos registros militares receberam a alcunha de corpos luminosos e estavam associados a fenômenos relatados por moradores e autoridades, noticiados pela imprensa local, que reportavam supostos ataques à população. O fenômeno ficou conhecido pelo nome de chupa-chupa. Entre os meses de outubro e dezembro de 1977 foram realizadas duas missões pelos agentes de inteligência do serviço de informações e por uma equipe médica militar do I COMAR. A operação teria sido encerrada oficialmente no final de dezembro de 1977, mas documentos oficiais indicam que outras missões com objetivo específico relacionadas a investigação de OVNIs foram realizadas durante o ano de 1978.

Noite Oficial dos Ovnis   

Noite Oficial dos Óvnis foi um episódio sucedido em 19 de maio de 1986, quando vários objetos voadores não identificados invadiram o espaço aéreo brasileiro. O fato ocorreu na noite de 19 de maio de 1986, prolongando-se até a madrugada do dia 20. Cerca de vinte óvnis foram detectados pelos radares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I), com sede em Brasília.

Os primeiros relatos de avistamentos tiveram início às 18h30, notabilizando-se as observações do 2S QSS BCT Sérgio Mota da Silva (1957), operador na Torre de Controle do Aeroporto de São José dos Campos (TWR-SJ), em São Paulo. Ele comunicou à patrulha observar um luzeiro sobre o setor noroeste do aeródromo:

“Tem alguma coisa aqui no setor noroeste de São José. Um farolzinho, pô, mas… eu tô olhando bem, o bicho tá parado: nem sobe nem desce, não vai pra esquerda nem pra direita, tá paradinho lá. Não, tô olhando, não é estrela não. É um farol. Não dá… não dá pra distinguir nada, é só um foquinho de luz. Esquisitinho. Tá alto. Agora sumiu na bruma.”

O surgimento de novos óvnis, e dinâmicos, levou o chefe do Centro de Operações de Defesa Aérea (CODA), Maj Av Ney Antunes Cerqueira (1949-2014), a ordenar duas operações de interceptação por caças F-5E Tiger II e Dassault Mirage III, uma partindo da Base Aérea de Santa Cruz (BASC), no Rio de Janeiro, e outra da Base Aérea de Anápolis (BAAN), em Goiás. Ao todo, cinco caças foram enviados: dois F-5E da BASC e três Mirage F-103 da BAAN.

ET de Varginha

Incidente de Varginha ou Incidente em Varginha, como ficou conhecido pela imprensa brasileira, foi uma possível série de aparições de objetos Voadores Não Identificados, que inclui uma suposta captura de seres extraterrestres inteligentes (pelo menos um deles ainda vivo) pelas autoridades militares brasileiras em 20 de janeiro de 1996, no município de Varginha, sul do estado de Minas Gerais, município conhecido como centro desta região produtora de café.

Segundo relatos da mídia, a criatura foi avistada por três mulheres de 14 a 21 anos: as irmãs Liliane e Valquíria Fátima Silva, e sua amiga Kátia Andrade Xavier. Elas alegadamente viram a criatura na tarde de 20 de janeiro de 1996: Um bípede de cerca de 1,6 metros de altura, com uma cabeça grande e corpo muito fino, com pés em forma de V, pele marrom e grandes olhos vermelhos. Parecia estar trêmula ou instável, e as garotas achavam que estava ferida ou doente.

As irmãs Silva disseram que fugiram e disseram à mãe que tinham visto o “diabo”. A mulher não acreditou nelas até que foi para a área onde elas supostamente

tinham visto a criatura, e notou que o local tinha um cheiro forte de amônia, e não encontrou nada além de seus passos e um cachorro cheirando o lugar. Depois de relatar seu conto à família e amigos, rumores começaram a se espalhar por toda a cidade sobre avistamentos de OVNIs e criaturas alienígenas sendo abduzidas pelas forças militares. Dois dias depois, outra criatura teria sido encontrada deitada ao longo de uma estrada. Três caminhões militares foram supostamente enviados para recuperá-lo.

Uma criatura similar teria sido vista no zoológico local pelo zelador. Nos meses seguintes, três animais misteriosamente morreram. 

Suposto Ovni em Fortaleza dos Valos

Em abril de 2020, Fortaleza dos Valos foi palco de um estranho acontecimento. Em uma noite normal o senhor Cézar Stefanelo Scapin avistou nos céus da cidade uma luz que se comportava de forma errônea, a luz em questão andava de um lado para o outro, se movendo de forma inteligente, era um grande objeto de cor metálica. O vídeo em questão, gravado pelo celular da esposa de Cézar, ganhou rapidamente grande notoriedade após ser enviado ao canal Verdade Mundial, produzido pelo fotógrafo, blogueiro e YouTuber Tom Müller. O vídeo foi amplamente debatido e comentado, ganhando relevância entre os avistamentos da região. Até o momento o caso continua sem explicação. No dia 13 de maio a Rádio Cidade 104.9 realizou um debate entre o Blogueiro Tom Müller do Canal Verdade Mundial e o Policial, Pastor e Ufólogo Juarez Kopper. Ambos comentaram sobre os casos de mais relevância. O consenso foi unânime entre ambos, tais eventos são verdadeiros. Durante a entrevista muitos materiais e provas cabais foram debatidas. “Partimos sempre da primícia que a história é falsa, desta forma não analisamos as provas por sentimento, mas de forma científica”, afirma Juarez Kopper.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Gerais

A reinvenção do turismo pós pandemia

Postado

em

Quanto você investiria em uma viagem após ficar meses em isolamento social? Das poucas certezas que podemos ter em meio a uma Pandemia, uma delas é que a vontade de viajar e investir em turismo não vai faltar. A área do turismo foi tirada da tomada quando a Pandemia iniciou, viagens canceladas, aeroportos vazios, hotéis precisando fechar as portas. O que era sinônimo de movimentação, aglomerações e muito desenvolvimento econômico virou um deserto. 

Em entrevista a Rádio Cidade e ao Jornal O Alto Jacuí, a colaboradora da Rota das Terras Encantadas, Carolina Lopes, que está há 15 anos no ramo do turismo, contou um pouco como o setor está precisando se reinventar. Segundo Carolina, viagens internacionais que interligam Brasil, Argentina e Paraguai, estavam fechadas para acontecerem no mês de junho. O trabalho principal agora, é planejar junto com a maior instituição de turismo da América Latina, a CVC, como proceder e assistir aqueles que investiram em viagens. Segundo Carolina, um dos cenários prováveis do pós pandemia, são as viagens em famílias de carro e também viagens em locais onde há natureza, ambientes mais abertos e com rotas menos fechadas. As perdas do turismo em números no Rio Grande do Sul já somam mais de R$4,79 bilhões desde março.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Administração Municipal de Quinze de Novembro investe em enxada rotativa

Postado

em

Para incentivar a produção de hortigranjeiros e projetos que estão sendo desenvolvidos de forma conjunta com instituições do setor agrícola, a Administração Municipal de Quinze de Novembro adquiriu mais uma enxada rotativa (encanteiradeira) que ficará à disposição dos agricultores interessados junto às patrulhas agrícolas do setor de obras. O equipamento facilita o manejo do solo para a preparação de canteiros necessários para o plantio de culturas como hortaliças e legumes.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Ampliação do ESF Bairro Progresso e aquisição de uma nova área habitacional são os novos projetos da Administração Municipal

Postado

em

O Prefeito Municipal Abel Grave, em entrevista a Rádio Cidade e ao Jornal O Alto Jacuí, falou sobre os projetos realizados pela administração municipal nos últimos dias e declarou, que entre as novas aquisições está a de uma nova área habitacional. O projeto de aquisição foi encaminhado na terça-feira (21), a ideia é que 159 novos espaços em quatro hectares, sejam adquiridos. Outra novidade é a ampliação do ESF Bairro Progresso, segundo Abel, o projeto já está em processo de licitação e o objetivo é dobrar o tamanho do espaço. O prefeito assinou ao vivo na Rádio Cidade, a parceria com o Ginásio, para buscar ampliações, reestruturações. Entre outros assuntos tratados, está as principais inquietações da população, volta dos cultos, reciclagem, trânsito e manutenção das ruas. Veja na íntegra a resposta do Prefeito a esses questionamentos: 

Qual a sua avaliação para o projeto Valoriza Ibirubá:

Estamos finalizando quanto foi os números, para levarmos as informações, mas foram mais de 50 mil reais arrecadados. Foi um sucesso absoluto, foi um projeto inovador, que partiu do município. São formas de viabilizar e ajudar esses profissionais. Precisamos ser proponentes, recebemos muito, somos muito bem pagos para fazer ações assim, para retornar e atender essas demandas.

Como está a pavimentação das ruas de Ibirubá?

Muitas ruas serão pavimentadas e isso a partir do projeto de financiamento, o Finisa. Queremos em 60 dias asfaltar todas as ruas do Bairro Chacará  por exemplo. 

Os catadores e a reciclagem do lixo, porque esse problema ainda persiste? 

É um problema constante, estamos com dificuldades devido a pandemia, a empresa responsável sofreu baixas, é um problema que vai ser solucionado, vamos aperfeiçoar a questão da reciclagem. A UNICRUZ mandou uma proposta de valor, pelo caminhão e moto de reciclagem. Estamos analisando, existe essa dificuldade, estamos tentando viabilizar pois é uma questão muito humana, investimos em aluguéis, em kombis, em esteira. Vamos fechar uma parceria com uma empresa de reciclagem e com as escolas, o que vai acontecer: quem reciclar vai ter uma pontuação, que vai render materiais escolares. 

É uma máquina o material reciclável será depositado ali, separa para o reciclador e da a pontuação. Queremos ser pioneiros e referências neste trabalho. 

Qual a situação do Castramóvel? 

Estamos devendo a comunidade, conseguimos o castramóvel e agora temos que comprar materiais cirúrgicos, medicamentos e também a abertura da contratação de procedimentos, está nesse procedimento. Nos envolvemos com a Pandemia, ficamos desorientados e nos envolvemos muito em um assunto, e acabou algumas situações como essa, que ficou para depois. 

Trânsito, liberação de práticas esportivas e cultos: 

Quanto ao trânsito, temos seis agentes de trânsito, quatro estão cedidos aos bombeiros, estamos com dois agentes de trânsito. Precisamos tratar toda a parte  de sinalização, de placas, repinturas, demandas de trânsito e realmente existe uma dificuldade na fiscalização por falta de efetivo. Ainda nesta semana vamos iniciar a programação com a retomada dos cultos, com capacidade, ajustes e vamos começar discutir as práticas esportivas, 

Quais as medidas de quem não cumpre os decretos?estabelecidos pela Administração?

Nosso efetivo é baixo para realizar essa fiscalização, estamos sempre em contato com a Brigada, temos a questão de multa, mas até o momento não foi feito nenhuma aplicação. Buscamos pelo diálogo, a conversa. Afirmamos que temos em média 5% da população que não cumpre e os 95% que cumprem merece ser parabenizado por respeitar. 

Como está a situação da Julio Rosa? 

No dia 27 de agosto será a audiência pública. Nesta quinta-feira (23), vou assinar que estamos nos desapropriando devido à utilidade pública, depois vai para  a licitação.

Quanto a área da saúde, como estão os investimentos? 

Uma nova ambulância para a secretaria da saúde será adquirida. Levamos postos odontológicos aos bairros Floresta, Hermany. Aumentamos os investimentos ao hospital, através de emendas, pagamos uma emenda indicadas pelos vereadores mais de 400 mil reais de repasses extras. São medidas organizadas, efetivadas, contratamos novos profissionais, um cenário de investimentos contínuos. 

Porque nenhuma grande empresa foi instalada no município? 

A falta de mão de obra é um motivo, temos muitas pessoas que já vem de fora para trabalhar aqui. Temos essa dificuldade de pessoas que atendam essa demanda de trabalho. Estamos projetando uma área habitacional para 39 novas oportunidades. Trabalhamos em cima do nosso plano diretor, mas também há essas possibilidades. Temos um potencial fantástico para ter uma empresa de laticínios, temos uma bacia leiteira muito forte. Isso é uma expectativa minha particular. 

Como estão as questões políticas? 

Estamos em um processo político. Existe possibilidade de pré candidaturas. Sou um pré candidato, estou trabalhando essa questão, queremos continuar unidos com o Frentão, onde existe quatro partidos. Existe opiniões diversas e todas precisam ser respeitadas,

O Prefeito Municipal Abel Grave, em entrevista a Rádio Cidade e ao Jornal O Alto Jacuí, falou sobre os projetos realizados pela administração municipal nos últimos dias e declarou, que entre as novas aquisições está a de uma nova área habitacional. O projeto de aquisição foi encaminhado na terça-feira (21), a ideia é que 159 novos espaços em quatro hectares, sejam adquiridos. Outra novidade é a ampliação do ESF Bairro Progresso, segundo Abel, o projeto já está em processo de licitação e o objetivo é dobrar o tamanho do espaço. O prefeito assinou ao vivo na Rádio Cidade, a parceria com o Ginásio, para buscar ampliações, reestruturações. Entre outros assuntos tratados, está as principais inquietações da população, volta dos cultos, reciclagem, trânsito e manutenção das ruas. Veja na íntegra a resposta do Prefeito a esses questionamentos: 

Qual a sua avaliação para o projeto Valoriza Ibirubá:

Estamos finalizando quanto foi os números, para levarmos as informações, mas foram mais de 50 mil reais arrecadados. Foi um sucesso absoluto, foi um projeto inovador, que partiu do município. São formas de viabilizar e ajudar esses profissionais. Precisamos ser proponentes, recebemos muito, somos muito bem pagos para fazer ações assim, para retornar e atender essas demandas.

Como está a pavimentação das ruas de Ibirubá?

Muitas ruas serão pavimentadas e isso a partir do projeto de financiamento, o Finisa. Queremos em 60 dias asfaltar todas as ruas do Bairro Chacará  por exemplo. 

Os catadores e a reciclagem do lixo, porque esse problema ainda persiste? 

É um problema constante, estamos com dificuldades devido a pandemia, a empresa responsável sofreu baixas, é um problema que vai ser solucionado, vamos aperfeiçoar a questão da reciclagem. A UNICRUZ mandou uma proposta de valor, pelo caminhão e moto de reciclagem. Estamos analisando, existe essa dificuldade, estamos tentando viabilizar pois é uma questão muito humana, investimos em aluguéis, em kombis, em esteira. Vamos fechar uma parceria com uma empresa de reciclagem e com as escolas, o que vai acontecer: quem reciclar vai ter uma pontuação, que vai render materiais escolares. 

É uma máquina o material reciclável será depositado ali, separa para o reciclador e da a pontuação. Queremos ser pioneiros e referências neste trabalho. 

Qual a situação do Castramóvel? 

Estamos devendo a comunidade, conseguimos o castramóvel e agora temos que comprar materiais cirúrgicos, medicamentos e também a abertura da contratação de procedimentos, está nesse procedimento. Nos envolvemos com a Pandemia, ficamos desorientados e nos envolvemos muito em um assunto, e acabou algumas situações como essa, que ficou para depois. 

Trânsito, liberação de práticas esportivas e cultos: 

Quanto ao trânsito, temos seis agentes de trânsito, quatro estão cedidos aos bombeiros, estamos com dois agentes de trânsito. Precisamos tratar toda a parte  de sinalização, de placas, repinturas, demandas de trânsito e realmente existe uma dificuldade na fiscalização por falta de efetivo. Ainda nesta semana vamos iniciar a programação com a retomada dos cultos, com capacidade, ajustes e vamos começar discutir as práticas esportivas, 

Quais as medidas de quem não cumpre os decretos?estabelecidos pela Administração?

Nosso efetivo é baixo para realizar essa fiscalização, estamos sempre em contato com a Brigada, temos a questão de multa, mas até o momento não foi feito nenhuma aplicação. Buscamos pelo diálogo, a conversa. Afirmamos que temos em média 5% da população que não cumpre e os 95% que cumprem merece ser parabenizado por respeitar. 

Como está a situação da Julio Rosa? 

No dia 27 de agosto será a audiência pública. Nesta quinta-feira (23), vou assinar que estamos nos desapropriando devido à utilidade pública, depois vai para  a licitação.

Quanto a área da saúde, como estão os investimentos? 

Uma nova ambulância para a secretaria da saúde será adquirida. Levamos postos odontológicos aos bairros Floresta, Hermany. Aumentamos os investimentos ao hospital, através de emendas, pagamos uma emenda indicadas pelos vereadores mais de 400 mil reais de repasses extras. São medidas organizadas, efetivadas, contratamos novos profissionais, um cenário de investimentos contínuos. 

Porque nenhuma grande empresa foi instalada no município? 

A falta de mão de obra é um motivo, temos muitas pessoas que já vem de fora para trabalhar aqui. Temos essa dificuldade de pessoas que atendam essa demanda de trabalho. Estamos projetando uma área habitacional para 39 novas oportunidades. Trabalhamos em cima do nosso plano diretor, mas também há essas possibilidades. Temos um potencial fantástico para ter uma empresa de laticínios, temos uma bacia leiteira muito forte. Isso é uma expectativa minha particular. 

Como estão as questões políticas? 

Estamos em um processo político. Existe possibilidade de pré candidaturas. Sou um pré candidato, estou trabalhando essa questão, queremos continuar unidos com o Frentão, onde existe quatro partidos. Existe opiniões diversas e todas precisam ser respeitadas,

Estamos em um processo político. Existe possibilidade de pré candidaturas. Sou um pré candidato, estou trabalhando essa questão, queremos continuar unidos com o Frentão, onde existe quatro partidos. Existe opiniões diversas e todas precisam ser respeitadas,

Continue Lendo

Notícias Gerais

Aos poucos Lar do Idoso de Ibirubá retoma normalidade

Postado

em

A Covid-19 recentemente atingiu o Lar do Idoso Aconchego de Ibirubá, infectando mais da metade das cerca de 60 pessoas que circulam pelo local. Após atingir o momento mais crítico, quando seis internos faleceram em menos de 15 dias, o surto perdeu força e as atividades começam a voltar ao normal. A direção do Lar do Idoso tem encarado a problemática com muita coragem e determinação, pois além dos 31 idosos, foi registrada também a contaminação de 7 colaboradores, causando o afastamento temporário dos mesmos e resultando em sobrecarga para os demais. Na tarde de quarta-feira, 29, a direção fez a divulgação de uma mensagem:

“Hoje queremos dar um respaldo a nossa comunidade. Temos 3 funcionárias retornando ao trabalho, curadas do Covid-19. Apenas 3 idosos em isolamento e 2 hospitalizados, e estamos retomando a rotina normal com outros idosos que hoje venceram esse mal invisível! Muito felizes com muitos recuperados, apesar das tristezas”

Continue Lendo

Notícias Gerais

Após explosão, passageiros evacuam ônibus em Cruz Alta

Postado

em

Um susto para quem estava no coletivo da Ouro e Prata no fim da noite de quinta-feira e início da madrugada de sexta-feira (24), na Rodoviária de Cruz Alta. Um ônibus que vinha de Santa Rosa, com destino a Porto Alegre, teve problemas e acabou pegando fogo no pátio de manobras após uma explosão ser ouvida. Os passageiros saíram do veículo, alguns assustados. Um deles relatou que, enquanto viajava sentido Santa Rosa – Cruz Alta, era perceptível o cheiro de borracha queimada, provavelmente dos freios do ônibus. O Corpo de Bombeiros foi acionado, extintores de incêndio também foram utilizados para conter as chamas que se alastraram nas rodas traseiras do lado direito. Ninguém se feriu.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Apreensão de cocaína e maconha em ônibus de linha chama a atenção em Cruz Alta

Postado

em

A Polícia Rodoviária Federal de Cruz Alta prendeu dois traficantes no fim da tarde de sábado, 25. A dupla transportava três quilos de cocaína e meio quilo de maconha. Eles viajam em um ônibus de linha. Durante ação de combate à criminalidade, PRFs abordaram um ônibus que fazia a linha Porto Alegre x Santa Rosa. Durante a fiscalização, foram encontrados três quilos de cocaína o com um passageiro de Porto Alegre. Ele disse que iria entregar a droga em Santo Ângelo. No mesmo coletivo, ao prosseguirem a revista, os policiais localizaram com outro passageiro meio quilo de maconha e 47 gramas de cocaína. O traficante disse que iria levar as drogas para Santa Rosa. Eles foram presos em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados à polícia judiciária em Cruz Alta.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Brasil dobra exportações de frutas com vitamina C

Postado

em

A crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus tem deixado espaço para algumas exceções. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) informou que a venda de frutas cítricas para outros países dobrou no primeiro semestre deste ano. Segundo o boletim da CNA, as exportações de itens como tangerina, laranja e limão subiram 158%, 132% e 12%, respectivamente, no primeiro semestre de 2020, quando comparado com o mesmo período de 2019. A escolha por essas frutas não é aleatória. Trata-se dos alimentos mais ricos em vitamina C, que ajudam a fortalecer a saúde para enfrentar a propagação do vírus. A exportação de banana teve alta de 17% entre os mesmos intervalos. Houve ainda forte procura estrangeira por hortaliças.

A exportação de produtos como cenoura, tomate, cebola e batata cresceu mais de 300% no primeiro semestre, o que ajudou a minimizar as dificuldades de comercialização desses produtos no mercado brasileiro. Os dados da CNA apontam que ainda existe grande divergência entre as medidas de prevenção e controle do coronavírus nas cinco regiões brasileiras, o que ainda mantém muitos comércios com as portas fechadas. Diante da incerteza do consumo, produtores de hortaliças estão produzindo 25% abaixo da capacidade normal do período. Ainda que pontualmente, a reabertura do comércio tem aumentado a demanda por carne de frango e suínos e ovos. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou uma revisão das expectativas de produção e exportação para frango, ovos e suínos para 2020. A entidade estima altas na produção brasileira: 3% a 4% na produção de frangos; 7% para ovos; e 4% a 6,5% para carne suína. A exportação global brasileira de carne bovina continua aquecida e com grandes chances de bater mais um recorde de volume e faturamento.

China

A CNA afirma que, apesar de não existir comprovação científica da transmissão da Covid-19 pelo consumo de alimentos, o governo chinês publicou novas normas de alfândega, com maior rigor na inspeção de produtos alimentícios. Mesmo sem embasamento técnico-científico, o país asiático suspendeu a habilitação de duas plantas brasileiras, uma de aves e outra de bovinos.

Atualmente, há cinco plantas brasileiras embargadas pela China e uma pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Na Argentina, sete plantas de frangos solicitaram auto suspensão de exportações.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Chimarrão: A história e as curiosidades por trás da bebida mais consumida nos lares gaúchos

Postado

em

No frio, no calor, não importa, o chimarrão ainda sim, independentemente das intempéries do tempo continua e sempre continuará sendo a bebida mais consumida nos lares gaúchos. O chimarrão não é somente uma bebida para esquentar, não é uma bebida só para matar a sede nos momentos de hidratação, mas também é um símbolo da cultura gaúcha, uma referência do nativismo campeiro que vem muito antes das grandes revoluções gaúchas, chimarrão também é uma cultura mais do que popular. Porém, você caro leitor, mesmo conhecendo o chimarrão desde que se entende por gente, você conhece a verdadeira história do bom e velho chimarrão? Conhece suas origens e benefícios? Bebida símbolo do Rio Grande do Sul, o chimarrão é um legado dos índios Guaranis. Sempre presente no dia a dia, constitui-se de uma das tradições mais representativas deste povo. É também conhecido como mate amargo, mas não tem nada de amargo em seu significado: é sinônimo da hospitalidade e da amizade do gaúcho.

Tradicionalmente é cevado sem açúcar (antigamente o mate doce era essencialmente feminino), preparado em uma cuia (obtida a partir do porongo ou cabaça) e sorvido através de uma bomba. É a bebida proveniente da infusão da erva-mate, planta nativa das matas sul-americanas, inclusive do Rio Grande do Sul.

Um pouco de história

Em alguns estados como no Mato Grosso é comum tomar o tererê, na Bahia é comum comer o acarajé, porém é impossível visitar o Rio Grande do Sul sem experimentar o bom e velho chimarrão. Contam os historiadores que sua descoberta está atrelada aos Guaranis das terras do município paranaense de Guaíra – cerca de 3.000 indígenas famosos por sua vitalidade, força, alegria e hospitalidade, graças ao consumo da infusão dessa espécie de chá, com folhas fragmentadas da erva-mate. É o que hoje chamamos de chimarrão, bebida que se espalhou não só pelo Sul do Brasil mas também por outros estados e países vizinhos.

A constituição do chimarrão é fácil. É composto por uma cuia, uma bomba, erva-mate e água quente. Para iniciar o mate tradicional, a cuia deve ser necessariamente de porongo, nada de cuia de vidro ou madeira. A bomba, por sua vez, nos primórdios era de feita de taquara (bambu), mas nos dias atuais, preferem-se outros materiais, como o metal.

A erva-mate é o segredo do chimarrão, ela define o sabor da bebida, que em geral tem um amargor típico, também podendo ser defumada ou ainda contar com misturas de chás (essa mistura é conhecida como “mate jujado”). Essa erva é originária das folhas e caules finos da árvore Ilex paraguariensis e para estar pronta para o uso, passa por vários estágios de secagem, torragem e trituração. Com o tempo o mate amargo saiu das áreas indígenas e ganhou os grandes povoados e posteriormente com o passar dos anos o chimarrão caiu no gosto popular, tornando-se a bebida símbolo da cultura gaúcha.

Outros países da américa latina, com o passar dos anos também passaram a consumir essa bebida tipicamente gaúcha, países como: Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai e Argentina. Em algumas localidades do Rio Grande do Sul é muito comum encontrar vários tipos de erva-mate, com misturas de diferentes chás, como anis, menta, hortelã e outros.

Tomar regularmente traz muitos benefícios para a nossa saúde

1- Elimina a fadiga e o cansaço

O chimarrão é rico em alcaloides, principalmente a cafeína, o chimarrão tem a capacidade de ajudar na eliminação da fadiga, diminui também o cansaço mental.

2- Ajuda na digestão

A erva-mate possui propriedades digestivas, laxativas, combatendo a constipação intestinal, depois de um belo almoço de domingo ou aquele churrasco tomar chimarrão ajuda na digestão e também no bom funcionamento do intestino.

3- Diurético

Como o chimarrão deve ser tomado muito quente, ele pode ajudar muito no bom funcionamento dos rins, promovendo a eliminação de líquidos, o que o torna perfeito para combater quem tem retenções e inchaços. O chimarrão tem excelente efeito diurético.

4- Fonte de vitaminas e sais minerais

O chimarrão é considerado um excelente alimento por conter quase todos os ingredientes necessários para o organismo, ele possui minerais: ferro, fósforo, potássio e manganês, completando a dieta.

5- Fonte de antioxidantes

O chimarrão contém uma grande quantidade de antioxidantes, que faz com que o organismo possa combater o envelhecimento celular, seus compostos fenólicos presentes no chimarrão são capazes de retardar o envelhecimento das pessoas.

6- Auxilia na regeneração celular

O chimarrão é um grande aliado no processo de regeneração celular, o que se dá por conta da forte presença de bioativos, esses bioativos, ajudam na manutenção e renovação de nossas células.

7- Estimula atividade física

Ele é perfeito para quem pratica exercícios físicos regularmente, dá mais energia e “esquenta” o corpo  ajudando  na regeneração das células e músculos.

8- Diminui o colesterol ruim

O chimarrão ajuda a diminuir a glicose no sangue. Os compostos fenólicos agem inibindo uma enzima responsável pela síntese de glicose no fígado diminuindo assim o colesterol ruim, também diminuem a capacidade do receptor de glicose no intestino provocando a menor absorção de açúcar.

9- Ajuda no emagrecimento

O chimarrão acelera o metabolismo e aumenta o gasto calórico, isso aumenta a queima de gordura auxiliando assim no emagrecimento.

10- Benéfico para o coração

O chimarrão contém polifenóis que elimina o acúmulo de gordura nas artérias, protegendo o coração, seus altos índices de antioxidantes previnem doenças cardíacas.

Apesar de todos os benefícios da erva mate, pessoas com anemia podem ter seu problema agravado pois o chimarrão pode diminuir a absorção de ferro. A erva mate também aumenta a pressão, devendo ser evitada por hipertensos.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Cocaína é apreendida pela Brigada Militar em Ibirubá

Postado

em

Destino seria Passo Fundo, via ônibus

Aproximadamente 1kg de cocaína com destino a Passo Fundo foi apreendida pela Brigada Militar de Ibirubá, no fim da tarde de sábado, 25 de julho. Segundo boletim de ocorrência, um indivíduo em atitude suspeita foi visto pela guarnição que fazia o patrulhamento próximo a rodoviária do município. O homem correu para uma rua paralela ao avistar os brigadianos, e foi perseguido. Na rua Alberto Adiers foi feita a abordagem do suspeito, que foi identificado.Ao revistar o mesmo, foi localizado uma pequena quantidade de cocaína.

O celular do suspeito não parava de receber mensagens, e ele acabou revelando que um indivíduo estava vindo de ônibus para Ibirubá. Este viria buscar 1 kg de cocaína para levar a Passo Fundo. Os brigadianos abordaram o suspeito após a chegada do ônibus, e encontraram com ele 110,00 reais que seriam o pagamento pelo transporte do produto. Todos foram encaminhados ao Hospital para atendimento médico (atestado), e após foram apresentados na Delegacia de Polícia de Ibirubá para lavratura do flagrante. Em cotação atual, 5 gramas de cocaína pura custam em média R$ 250,00 reais. A droga apreendida gira em torno de R$ 50 mil.

Continue Lendo

Notícias Gerais

Colisão envolve moto e caminhonete na VRS-824

Postado

em

No Bairro Esperança, um acidente envolvendo uma moto Yamaha com placas de Ijuí, foi registrado na tarde de segunda-feira (27). A colisão aconteceu em frente a pet shop Arca de Noé, a motocicleta bateu na lateral de um Ford F-1000 4×4 placa IDL-1534 de Ibirubá. É o quarto acidente com moto em menos de 15 dias no município.

Continue Lendo

Veja Isso